Summer de veloterra: Copa Verão é inovação da André Produções

Por Sílvio Bilhar | Fotos por Sílvio Bilhar | 21 de fevereiro de 2016 - 7:25

A tradicional pista de Arroio do Meio recebeu a 2ª etapa da Copa Summer de Veloterra, promovida pela André produções e eventos. As disputas ocorridas em 7 de fevereiro, sábado de carnaval teve duelos durante toda a tarde em 17 categorias. Com 170 pilotos e um público de cerca de 3 mil espectadores, muitos pilotos já colocaram uma mão na taça da copa. Veja como foram os duelos.

IMG_1090

Pela VX1, Charles da Silva e Juliano Mercalli deram as cartas durante toda a prova com pegas espetaculares. Mas na reta final, Mercalli erra e com isso Fabiano Ribeiro assume a 2ª colocação. Charles que vem numa grande fase, Fabiano e  vence de ponta a ponta seguido de F Mercalli.

IMG_1085

Charles da Silva 1º na VX1

Na Serrana Nacional, Giovane Matiello que também está numa fase espetacular, surpreendeu a fera e campeão Leandro Folé para vencer a prova da categoria. Leandro Folé e Ricardo Gusberti vieram logo atrás.

Fabiano Ribeiro voltou à pista para correr na VX3 Importada. Nessa o piloto de Passo Fundo não vacilou, venceu a categoria, seguido de Edinho Izéria e Roberto Rui, que em 2015 levou um troféu de campeão para Nova Prata no regional de veloterra.

Mudando de máquina, Leandro Folé voltou à competição na prova da Estreantes Importadas. Nessa categoria, o piloto de Montauri teve mais êxito para vencer o duelo com Ândrius Capitani e Guilherme Siviero chegando em seguida.

IMG_1139

Leandro Fole

Por sua vez a categoria Novatos Nacional foi intensa com duelos a cada curva. E o piloto de Bento Gonçalves, Jonas Krugel surpreendeu a Giovani Matiello e Carlos Lorenzini e venceu na categoria. Giovani e Lorenzizni chegaram em seguida.

IMG_1211

Krugel venceu em Arroio do Meio

Pela Promocional até 200 foi a vez de Willian Maia se destacar e levar para Arroio do Meio o troféu de vencedor da etapa. Cleito Sehn que tem título de campeão na Copa Verão MOCVA 35 anos, chegou em 2º lugar seguido de Márcio Graff em 3º lugar.

IMG_1261

Maia venceu em Arroio do Meio

Na 4 tempos nacional, a fera Cleomar Lusa, que recebe a 3ª etapa em sua casa, Flores da Cunha em 21 de fevereiro,  venceu a disputa com Cristiano Fochesatto em 2º lugar e Emerson da Silva na 3ª colocação.

IMG_1125

Largada na 4 tempos

Na Serrana Importada, Charles da Silva largou na frente com Juliano Mercalli logo atrás. Os dois travavam um grande duelo que a cada curva levantava a plateia. Na metade final da prova, Juliano na pressão erra e cai com isso Jefferson Magagnin assume a 2ª posição, pois vinha esperando um erro dos adversários. Mas Mercalli volta a disputa e  retoma a 2ª colocação.

Gustavo Wenning larga bem na Nacional Estreantes 230cc. Trazendo consigo Carlos Lorenzini, Jonatas Giacomeli . Gustavo abria boa vantagem na pista quando a moto o deixa empenado na reta da locução. Com isso Giacomelli que já havia ultrapassado Lorenzizni, assume a ponta com Lorenzini em 2º. Posições que permaneceram até o fim, com João Zalamena em 3º após fazer prova de recuperação.

IMG_1101

Giacomelli venceu a etapa

Juliano Mercalli, deu a volta por cima na Intermediária VX. Após ter perdido dois duelos anteriores, agora foi mais audacioso e venceu o duelo com Charles da Silva. Juliano venceu a Intermediária com Charles em 2º e Ândrios Capitani em 3º.

Na 230 Pró, Emerson Rafael da Silva largou na ponta seguido da Willian Lenz. Os dois dividiram desde a curva um até várias voltas com muita alternativa a cada volta. Colados e sem diferença no cronômetro até que Lenz prepara o bote na metade final da prova, quando põe de lado e faz a ultrapassagem. Com o apoio da torcida, Lenz que mora em Arroio do Meio, abre vantagem deixando a briga pelo 2º lugar entre  Emerson e Leandro Folé, que assume a vice – liderança com 2/3 de corrida.

IMG_1136

Lenz venceu 2 provas e ofereceu para a torcida

A gurizada da 55cc entrou logo em seguida na pista. Matheus Kapel largou bem, mas caiu logo no começo. Vindo logo atrás, Augusto Wenning assume a ponta, anda com cuidado, não erra e vence a 2ª etapa. Kappel ainda volta para a prova para buscar o 2º lugar na prova e colocar fogo no campeonato. Vitor Weizermann chegou em 3º na etapa da 55cc.

IMG_1147

Matheus, de Marau fez prova de recuperação

Logo em seguida os moleques da 65cc deram as cara e vieram para um duelo que teve João Pedro Roncatto vencendo de ponta a ponta.  Léo Jr. Conte chegou em 2º e Augusto Wenning que havia retornado à pista em 3º.

IMG_1179

Roncatto venceu mais uma na 65cc

Na VX2 Juliano Mercalli que andava em sua 4ª categoria, voltou a vencer. Tainan Donida, que corre na Copa Caxias de Motocross, chegou em 2º com Guilherme Siviero chegando em 3º lugar.

A VX3 Nacional era uma espécie de tira teima do Gaúcho entre Jocemar Magni e Márcio Alarcon. Jocemar largou na frente seguido de Márcio Alarcon. Os dois ficam mais da metade da prova em uma briga a cada palmo da pista. Pensando no campeonato, Márcio não força e segura a colocação. João Zalamena, que largou em 3º lugar, chegou em 3º.

IMG_1202

Magni#119 venceu a Master Nacional de ponta a ponta

Pela Trilheiros, Leonardo Turatti levou a melhor sobre Lenon Favreto, que chegou em 2º. Melquesedeque Tavares chegou em 3º.

Finalizando a etapa, veio a Força Livre Nacional. A força da torcida foi decisiva para mais uma vitória de Willian Lenz seguido de Pedro Farias que retornou às pistas após ter ficado em recuperação devido a uma fratura por alguns meses. Ricardo Gusberti chegou a em 3º lugar.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Sílvio Bilhar começou em março de 1995 o jornal O Podium, exclusivo sobre motociclismo, antes disso teve participação durante 3 anos no Jornal Pit Stop (Hoje é Revista). Estudou Relações públicas na FEEVALE em N.Hamburgo, Jornalismo em São Leopoldo e fez diversos curso de aprimoramento, entre eles de Publicidade e Marketing e de Jornalismo Esportivo, cuja aprovação foi com louvor. Ainda hoje é editor e proprietário do Jornal O Podium cujas informações é de ser o único do estilo no Brasil. Assumiu o Mundocross após o falecimento de seu grande amigo Jorge Soares, que chegou a escrever por alguns anos uma coluna no Jornal. Ambos parceiros e colaboradores nos dois veículos. Natural de Montenegro/RS, nasceu em 10 de fevereiro de 1965. Mora a mais de 25 anos em Novo Hamburgo, região da Grande POA no RS.

Desenvolvido por GetFly