Mundial de Motocross 2016 – 2a etapa – Tailândia

Por Mariah Morgado | Fotos por MXGP | 06 de março de 2016 - 18:37

O segredo para correr na pista da segunda etapa do Mundial de Motocross 2016 em Suphan Buri, Tailândia, foi controle do acelerador. A pista de barro duro parecia perfeitamente preparada até que a luz do sol esquentou e se tornou traiçoeira com canaletas fundas e partes de barro azulado. Foi um teste para os melhores que foi vencido em dobradinha de baterias por Romain Febvre e Jeffrey Herlings, provando que são os pilotos mais suaves, de mais fluidez e com mais finesse até agora na temporada 2016.

15sec_MXGP_2_THAI_2016

Categoria MXGP

Com duas etapas garantidas e com a categoria principal cheia de jovens experientes, são as jovens feras que estão chamando a atenção. Ambos os campeões mundiais do ano passado, Romain Febvre e Tim Gajser, tomaram conta dos dois primeiros degraus do pódio pela segunda vez consecutiva nesta temporada. Embora, Gajser tenha feito a dobradinha perfeita na abertura no final de semana passado no Qatar, desta vez as posições se inverteram e foi Febvre que dominou as duas baterias usando sua precisão e suavidade para vencer as duas baterias e conquistar seu primeiro geral da temporada e agora vai para a terceira etapa liderando a classificação do campeonato.

Febvre_MXGP_2_THAI_2016_0

Romain Febvre

Em contraste com a abordagem meticulosa e suave de Febvre em uma pista implacável, Gajser usou sua incrível força para controlar seu estilo exibicionistas enquanto ele lutava com o excesso de barro. Apesar de alguns momentos de parar o coração, o jovem novato levou tudo em seu ritmo para assegurar a terceira e quarta posições para ficar em segundo no geral.

Tim Gajser

Tim Gajser

Um pódio na Tailândia em 2014 começou uma temporada de sonhos para Jeremy Van Horebeek que conseguiu faturar onze pódios consecutivos depois da etapa. Depois de um ano difícil em 2015, as coisas parecem estar melhorando para o belga que ficou em quarto na abertura e já melhorou o resultado garantindo um pódio na Tailândia.

Jeremy Van Horebeek

Jeremy Van Horebeek

Evgeny Bobryshev manteve um perfil quieto e ficou na espreita pela maior parte do dia e evitou conflitos suficientes para assegurar o quarto lugar do geral. Na primeira bateria, ele largou em quinto e herdou a quarta posição quando Ben Townley caiu na nona volta. Já na segunda bateria, a história foi parecida após uma largada na oitava posição e terminar em sétimo.

Evgeny Bobryshev

Evgeny Bobryshev

Antonio Cairoli parecia afiado neste final de semana, mas acabou se privando de uma chance de pódio quando deixou a moto morrer enquanto estava na frente da segunda bateria e caiu para trás da 20a posição. O italiano conseguiu se recuperar até a 12a posição que somada a seu segundo lugar na primeira bateria foi o suficiente para levar a quinta posição no geral.

Antonio Cairoli

Antonio Cairoli

Resultado da 1a bateria da MXGP na Tailândia:

1. Romain Febvre

2. Antonio Cairoli

3. Tim Gajser

4. Evgeny Bobryshev

5. Jeremy Van Horebeek

6. Tommy Searle

7. Gautier Paulin

8. Kevin Strijbos

9. Shaun Simpson

10. Christophe Charlier

Resultado da 2a bateria da MXGP na Tailândia:

1. Romain Febvre

2. Ben Townley

3. Maximilian Nagl

4. Jeremy Van Horebeek

5. Tim Gajser

6. Shaun Simpson

7. Evgeny Bobryshev

8. Jose Butron

9. Gautier Paulin

10. Valentin Guillod

Resultado geral da MXGP na Tailândia:

1. Romain Febvre

2. Tim Gajser

3. Jeremy Van Horebeek

4. Evgeny Bobryshev

5. Antonio Cairoli

6. Shaun Simpson

7. Gautier Paulin

8. Kevin Strijbos

9. Ben Townley

10. Tommy Searle

Classificação do campeonato da MXGO após 2 etapas:

1. Romain Febvre – 92 pontos

2. Tim Gajser – 86

3. Evgeny Bobryshev – 74

4. Jeremy Van Horebeek – 68

5. Antonio Cairoli – 64

6. Shaun Simpson – 57

7. Kevin Strijbos – 48

8. Tommy Searle – 47

9. Maximilian Nagl – 44

10. Ben Townley – 42 pontos

Campeonato de fabricantes da MXGP após 2 etapas:

1. Yamaha – 92 pontos

2. Honda – 86

3. KTM – 71

4. Suzuki – 60

5. Husqvarna – 55

6. Kawasaki- 47 pontos

Pódio da MXGP na Tailândia

Pódio da MXGP na Tailândia

Categoria MX2

Jeffrey Herlings disse depois que seu acidente na República Tcheca encerrou sua temporada no ano passado que ele voltaria melhor, mais rápido e mais forte em 2016 e até agora ele tem sido bem preciso. Além de um momento apertado na segunda bateria, o holandês foi praticamente impecável durante o final de semana.  A dupla vitória em Suphan Burti hoje resultou na 49a vitória no geral para o Holandês Voador deixando ele perfeitamente engatilhado para uma 50a vitória dentro de casa e diante de seus fãs em Valkenswaard.

Jeffrey Herlings

Jeffrey Herlings

Jeremy Seewer sabe como dar voltas consistentes e suaves o que ele fez exatamente enquanto buscava seu primeiro pódio da temporada e seu melhor resultado da carreira no mundial.

Jeremy Seewer

Jeremy Seewer

Aleksandr Tonkov provou a expectativa de que ele é um piloto de pódio. O russo ficou em terceiro, seu primeiro pódio da temporada e o primeiro desde Valkenswaard no ano passado, que será a próxima etapa desta temporada.

Aleksandr Tonkov

Aleksandr Tonkov

Depois de terminar a classificatória de ontem em segundo, Benoit Paturel terminou a primeira bateria de hoje em quarto depois de uma batalha épica pela terceira posição com Tonkov. Na segunda, o francês se enrolou na primeira curva, mas se reagrupou e avançou até a quarta posição antes de cair para a sexta.

Benoit Paturel

Benoit Paturel

Enquanto isso, Pauls Jonnas teve um difícil começo de dia quanto se envolveu em um acidente com Samuele Bernardini na primeira bateria. Ele voltou para a moto e se recuperou para terminar em nono. Na segunda bateria, o letão faturou o holeshot, mas acabou em quinto e assegurou a quinta posição no geral.

Samuele Bernardini

Samuele Bernardini

Pauls Jonass

Pauls Jonass

Resultado da 1a bateria da MX2 na Tailândia:

1. Jeffrey Herlings

2. Aleksandr Tonkov

3. Jeremy Seewer

4. Benoit Paturel

5. Thomas Covington

6. Petar Petrov

7. Vsevolod Brylyakov

8. Samuele Bernardini

9. Pauls Jonass

10. Roberts Justs

Resultado da 2a bateria da MX2 na Tailândia:

1. Jeffrey Herlings

2. Max Anstie

3. Jeremy Seewer

4. Aleksandr Tonkov

5. Pauls Jonass

6. Benoit Paturel

7. Alvin Östlund

8. Brent Van doninck

9. Vsevolod Brylyakov

10. Petar Petrov

Resultado geral da MX2 na Tailândia:

1. Jeffrey Herlings

2. Jeremy Seewer

3. Aleksandr Tonkov

4. Benoit Paturel

5. Pauls Jonass

6. Vsevolod Brylyakov

7. Petar Petrov

8. Alvin Östlund

9. Max Anstie

10. Samuele Bernardini

Classificação do campeonato MX2 após 2 etapas:

1. Jeffrey Herlings – 100 pontos

2. Jeremy Seewer – 74

3. Aleksandr Tonkov – 70

4. Pauls Jonass – 68

5. Petar Petrov – 56

6. Samuele Bernardini – 47

7. Benoit Paturel – 46

8. Dylan Ferrandis – 44

9. Brent Van doninck – 44

10. Vsevolod Brylyakov – 38 pontos

Campeonato de fabricantes da MX2 após 2 etapas:

1. KTM -100 pontos

2. Yamaha – 74

3. Suzuki – 74

4. Kawasaki – 71

5. Husqvarna – 56

6. TM – 47

7. Honda – 35 pontos

Pódio da MX2 na Tailândia

Pódio da MX2 na Tailândia

Calendário do Mundial de Motocross 2016:

Terceira Etapa – 28 de Março – Valkenswaard / Holanda
Quarta Etapa – 10 de Abril – Neuquen / Argentina (Patagônia)
Quinta Etapa – 17 de Abril – Leon / México
Sexta Etapa – 01 de Maio – Kegums/ Letônia
Sétima Etapa – 08 de Maio – Teutschenthal / Alemanha
Oitava Etapa – 15 de Maio – Trentino / Itália
Nona Etapa – 29 de Maio – Talavera de la Reina / Espanha
Décima Etapa – 05 de Junho – St Jean d’Angély / França
Décima Primeira Etapa – 19 de Junho – Matterley Basin/ Grã Bretanha
Décima Segunda Etapa – 26 de Junho – Mantova / Itália (Lombardia)
Décima Terceira Etapa – 24 de Julho – Loket /República Tcheca
Décima Quarta Etapa – 31 de Julho – Lommel / Bélgica
Décima Quinta Etapa – 07 de Agosto – Frauenfeld – Gachnang / Suíça
Décima Sexta Etapa – 28 de Agosto – Assen / Holanda
Décima Sétima Etapa – 03 de Setembro – Carolina do Norte / Estados Unidos
Décima Oitava Etapa – 11 de Setembro – Glen Helen / Estados Unidos

25 de Setembro – Motocross das Nações – Maggiora / Itália

21 de Agosto – Mundial de Motocross Júnior – Orlyonok / Rússia

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Desenvolvido por GetFly