Mombach e Lizott vencem as principais categorias no Gaúcho de Motocross em Fagundes Varela

Por Sílvio Bilhar | Fotos por Sílvio Bilhar | 06 de abril de 2016 - 20:41

Pelo 4º ano consecutivo, Fagundes Varela, na serra gaúcha recebe uma etapa do Gaúcho de Motocross. Nos anos anteriores o clima não ajudou muito, mas em 2016, foi diferente e a prova neste final de semana, 2 e 3 de abril transcorreu com um sol espetacular. A pista muito técnica, cujo mentor foi o Ex-piloto Douglas Parise, O Duda que no transcorrer da etapa recebeu homenagens pela conquista do Brasileiro de Motocross em 2015, ele que representou o município nessa conquista. Além de Duda, outras autoridades e representantes da FGM também foram homenageados.

IMG_8404

Lizott venceu a MX Pró

No sábado de treinos, alguns líderes confirmaram bons tempos, veja como ficaram os tempos finais.

Fabiano dos Santos (Venâncio Aires) – 1:30.912 – Intermediária MX1
Marcos Cordeiro (Araranguá/SC) – 1:31.335 – MX3
Gustavo Visoto (Carazinho) – 137.030 – MX4
Leonardo Tenedini (Porto Alegre) – 1:34.330 – Intermediária MX2
Douglas Colett (Casca) – 1:36.255 – Novatos Importadas
Matheus Kappel (Marau) – 1:22.635 – 50cc A (Pista Reduzida)
Rafael Becker (Itapiranga/SC) – 1:07.957 – 50cc B (Pista Reduzida)
Rafael Becker (Itapiranga/SC) – 1:01.387 – 65cc (Pista Reduzida)
Cássio Anacleto (São João do Sul/SC) – 1:39.792 – Nacional Força Livre
Bruno Schmtiz (Três Passos) – 1:35.703 – Júnior
Leonardo Lizott (Sertão) – 1:28.920 – MX2
José Felipe Mombach (Montenegro) – 1:28.962 – MX Pró

IMG_8109

Homenagem na 2ª etapa do Gaúcho de MX

Douglas Colet levou a Novatos Importadas

A etapa, cujo nome foi Foco Racing de Motocross, teve 4 categorias disputadas no sábado. A Novatos Importadas Franco Rodrigues largou bem mas, perdeu a liderança ainda na volta inicial para Douglas Colet, que não vacila e segura até o fim a posição para receber a quadriculada em 1º. Leandro Folé que largou no top Five chegou em 2º com Franco, Vinícius Wotrich e Tomas Todeschini completando o pódio.

IMG_7946

Douglas Colet piloto de Casca

Piroli e Becker foram os vencedores na categoria de base

Em seguida entro a categoria 50cc com as classes A e B. Na A, Matheus Kapel que largou na ponta, caiu duas vezes e perdeu a disputa para Pietro Piroli, o vencedor. Matheus foi 2º e Eduardo Camargo o 3º.

Piroli

Piroli venceu pela 1ª vez na 50cc- Foto: André Charão

Na B, Rafael Becker mostrou que está em grande fase e venceu de ponta a ponta a 2ª etapa, Gustavo Nogueira chegou em 2º.

IMG_8045

Becker venceu de ponta a ponta

Ducho venceu a MX4 de Ponta a ponta

Já na MX4 Leandro Ducho largou na ponta, seguido de Gustavo Visoto, Walter Tardim e Marco Müller, O Milão que retorna às pistas após um ano parado. Gustavo pressionou o líder que manteve a calma para vencer de ponta a ponta. Visoto chegou em 2º com folga e Milão ultrapassou Walter para chegar em 3º. Carlos Ketermann e Djalma Salvador completaram o pódio.

IMG_7999

Ducho foi melhor na MX4

IMG_8275

Milão voltou e já buscou o 3º lugar na MX4

Bruno mantém 100% na Júnior

A categoria Júnior começou os trabalhos de pista no domingo. Pedro Magero largou na ponta, mas foi superado por Bruno Schmitz ainda na volta inicial. Bruno se isola na liderança enquanto que Gabriel Andrigo encosta, em Pedro e logo assume a 2ª posição. Os três na mesma tocada.  Bruno se mantém na ponta, vence a 2ª etapa praticamente de ponta a ponta e com isso mantém os 100%. Andrigo chega em 2º com Magero em 3º. Henrique Henicka e Gustavo Feltrin completaram o pódio.

IMG_7900

Bruno é 100%

IMG_7911

Pódio da Júnior

Douglas Colet: Piloto de Casca vence a 2ª prova na Taça Foco Racing

Em seguida foi a vez da Intermediária MX2 levantar os mais de 3 mil expectadores na pista do Moto Clube Fim da Picada. A largada teve a garota Maiara Basso largando na frente seguida de Douglas Colet e Franco Rodrigues. No começo da 2ª volta Douglas já aparece na liderança e na 4ª volta, Franco já ocupava o 2º posto. Joaquim Tornielli e Henrique Nicoleti que largaram no pelotão da frente seguiam em 3º e 4ª lugar com Maiara em 5º. Essas posições ficaram por várias voltas inalteradas, mas na reta final da corrida, Joaquin que buscava aproximação, ultrapassou Franco e chegou em 2º. Franco foi 3º, Henrique o 4º e Leonardo Tenedini que fez uma largada ruim, buscou recuperação e ainda subiu no pódio em 5º lugar.

IMG_7961

Pódio na Intermediária MX2

Fabiano assume a liderança do campeonato da Intermediária MX1

Pela Intermediária MX1, o garoto Nícolas Oliveira largou na ponta, no mesmo pelotão estavam os pilotos Júlio Flasch que aos poucos vai pegando o jeito da pista após uma longa parada, Fabiano dos Santos e Juliano Mercali duelavam na mesma tocada. Nícolas vinha bem na bateria, mas a experiência de Fabiano falou mais alto e ele aos poucos tirou a diferença, buscou a vice-liderança e com dois terço de prova, pressiona o líder e assume a ponta da corrida. Nícolas se mantém em 2º, com Rodrigo Galiotto em 3º após não ter figurado no pelotão principal na largada de prova. Outros que também buscaram recuperação foram Walter Tardim e Matias Wisniewski o 4º e 5º colocados na prova que teve Fabiano do Santos (V.Aires) o vencedor da etapa.

IMG_7989

fabiano dos Santos levou a Intermediária MX1

IMG_8372

Nícolas Oliveira é um dos destaques desse começo de campeonato gaúcho. Foi 2º na Intermediária MX1.

Henicka vence e confirma liderança na 65cc

Na 65cc, Garmichel Giehl largou na ponta  seguido de Guilherme Bresolin, Rafael Becker , Kauê Benato e Henrique Henicka dividindo a curva um. A volta inicial tinha o pelotão andando na mesma tocada. Com uma reação incrível, Henrique enrola o cabo e em 3 voltas já era o vice – líder e Kauê o 3º. Mais tarde, Garmichel erra a marcha diante de uma grande pressão do vice – líder. Henrique assume a liderança, Garmichel corre atrás do prejuízo e quando vê que não dá, apenas administra a 2ª posição. Henrique sobe no pódio em 1º, Garmichel em 2º,Kauê em 3º, Rafael em 4º e Bresolin no último lugar do pódio.

IMG_8055

Henicka venceu as duas da 65cc

Mombach venceu a MX2 de forma espetacular

Por sua vez, a MX2 teve a fera Mateus Basso, O tatu largando em 1º e puxando o pelotão com Henrique Nicoleti em 2º, Henrique Araújo em 3º, Felipe Mombach em 4º com Gustavo Roratto fechando o pelotão inicial da categoria em 5º. Com muitas alternativas e trocas de posições entre o 2º e o 5º lugar nas voltas iniciis, a torcida delirava a cada salto e a cada curva. No meio da bateria, quem assume a 2ª colocação foi Felipe Mombach, posição que também havia sido ocupada por Gustavo Roratto e Araújo. Felipe que havia feito o melhor tempo no cronometrado pressionou o líder Tatu que não resiste. Felipe assume a ponta e se mantém assim até a quadriculada para vencer a 2ª etapa. Tatu chegou logo em seguida com Leonardo Lizot  que levou susto ao cair na prova, em 3º. Henrique Araújo e Gustavo Roratto completaram as peças principais do pódio.

IMG_8217

Felipe Mombach recebe o abraço apertado do pai Ique, que já foi piloto e incentiva muito a carreira do filho

IMG_8231

Mombach venceu pela primeira vez no Gaúcho de MX em 2016. Ao alto do pódio da MX2

Marcos Cordeiro venceu a 2ª da MX3

O hole shote da MX3 foi conquistado pelo Carioca Walter Tardim, que não resiste ao ataque de Marcos Cordeiro logo na 2ª volta e a liderança muda de mãos. Leandro Schwindt era o 3º, Matias Wisniewski e Everton da Silva, O Grilo em 5º lugar. Marcos Cordeiro abra boa vantagem, Walter se mantém em 2º, mas Matias assume a 3ª colocação deixando Leandro em 4º. Posições que se mantiveram até o final. Ainda tivemos Gustavo Visoto chegando na 5ª posição da etapa após buscar duas posições da largada.

IMG_8248

Cordeiro 1º na MX3

Cássio venceu duas etapas na Nacional

Na Nacional Jailo Boesing largou na ponta com a fera Cássio Anacleto em 2º e Lucas Peuhs colado neles dividiram a curva um e a volta inicial ainda teve Ricardo Mello, O Morangunho e Leandro Folé em 5º lugar.  Na volta seguinte Cássio que partiu pra cima do líder, já assumira a liderança com Peuhs em 2º, Folé e Jailo logo atrás. As alternativas da bateria eram muitas e a cada volta posições mudavam no pelotão da frente. Cássio vence a 2ª etapa Leandro Folé chegou em2º, Jailo em 3º,Danny Oliveira em 4º e Moranguinho em 5º no pódio.

IMG_8327

Cássio venceu novamente em 2016 na nacional

Lizott vence e respira na MXpró

A 2ª etapa teve seu término com a bateria da MX Pró com motos de até 450cc, a mais forte do campeonato. Leonardo Dambrós fez o hole shote e conclui a volta inicial em 1º, com Mateus Basso, Leonardo Lizott, Nícolas Oliveira e Cale Florin completando o pelotão de frente. A volta seguinte Mateus já assume a liderança com Nícolas em 2º. Dambrós cai para 3º e Felipe Mombach já aparece no “top Five”. Na metade da corrida, os dois primeiros se mantém intactos, mas Lizott em grande tocada assume a 3ª posição. Na 10ª volta, ele faz a volta mais rápida da prova e após ter assumido a vice – liderança chega para disputar a ponta ultrapassando Mateus Basso. Mombach vai no mesmo embalo e também faz a ultrapassagem ocupando a 2ª posição. Não era o dia de Mateus que mais tarde também perde a 3ª posição para Nícolas. Lizott administra a liderança até o fim, seguido de Felipe Mombach, Nícolas, Mateus e Gustavo Roratto. Dambros que largou na ponta, cansou e finalizou em 6º.

IMG_8426

Pódio da MX Pró com Lizott vencendo a etapa

IMG_8407

Mombach : Andou muito nas principais categorias. Na MX pró encostou na liderança

Próxima etapa marcada para 23 e 24 de abril em Marata, junto com o Brasileiro de MX nas 55cc,65cc,MXF e MX4.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Desenvolvido por GetFly