Mundial de Motocross 2016 – 8a etapa – Itália

Por Mariah Morgado | Fotos por MXGP | 15 de maio de 2016 - 21:56

A 8a etapa do Mundial de Motocross 2016 provou porque de o campeonato ser tão incrível. Como um resultado de milhares de fãs eslovenos berrando em uma das arquibancadas naturais, enquanto na outra milhares de fãs italianos se misturavam com outros fãs de outras partes do mundo, o GP de Trentino no cenário pituresco do circuito de Peitramurata teve uma vibe incrível que foi ampliada no final do dia com Antonio Cairoli vencendo e subindo no pódio pela segunda vez consecutiva.

Misture ao enorme e animado público com corrida de alto nível, ótimo clima e ótima pista e você tem os ingredientes para fazer o evento saboroso que aconteceu hoje na Itália com Jeffrey Herlings sendo derrotado humildemente na primeira bateria, mas se recuperando com o estilo Herlings na segunda com uma vitória impressionante e conquistando sua 55a vitória de Grand Prix.

MonsterBridge_MXGP_8_TN_2016

Categoria MXGP

Já foram oito etapas de motocross hard core e até agora a primeira parte da temporada forneceu pista alguma para a segunda parte. É incerto de se alguém teria adivinhado, mas devagar Antonio Cairoli está começando a se aproximar da pontuação de Tim Gajser e Romain Febvre. O lendário italiano venceu o GP da Alemanha na semana passada e venceu novamente neste final de semana para o delírio de seus fãs.

Cairoli_MXGP_8_TN_2016 (1)

Cairoli

A velocidade da categoria MXGP é uma constante crescente, principalmente com pilotos como Tim Gajser elevando a barra e com pilotos como Antonio Cairoli voltando a forma. Esses elementos podem estar contribuindo para os erros que Romain Febvre está cometendo no momento enquanto ele tenta defender sua coroa. Somando a visão e ao espetáculo do campeonato MXGP, Febvre caiu na primeira curva na primeira bateria e teve que se recuperar da última posição. Ele caiu de novo em sua missão de chegar na frente e só terminou em sexto. Na segunda bateria, o francês se recuperou. Ele não teve a melhor das largadas, mas correu bem e aproveitou o erro do líder da bateria, TC222, para vencer a última bateria do dia. Embora ele deseje que o dia tenha sido melhor, ele diz estar feliz com a segunda posição.

Febvre

Febvre

Tim Gajser deu um presente aos poderosos fãs eslovenos que foram apoiá-lo com sua velocidade e intensidade incríveis. Tudo que você pode fazer quando assiste o novato de 19 anos correndo é sacudir os arrepior e apenas admirar seu talento. Gajser sofreu duas quedas fortes no final de semana, um em cada bateria. De forma surpreendente, ele se recuperou de ambas e ainda conseguiu terminar em terceiro lugar no pódio, com uma dobradinha na quarta posição e agora lidera o campeonato com uma vantagem de 4 pontos sobre Febvre e ainda é o único piloto da categoria a terminar no pódio em todas as etapas até agora.

Gajser

Gajser

Kevin Strijbos e Max Nagl completaram os cinco primeiros colocados. Strijbos particularmente parecia muito a vontade na pista hoje e só ficou fora do pódio porque Gajser fez uma ultrapassagem de último minuto sobre outro piloto na última volta. Nagl não deve a mesma experiência que no ano passado quando venceu o GP, porém ele foi bem impressionante na primeira bateria quando perseguiu Cairoli de perto e terminou em segundo. Na segunda bateria,o alemão se meteu em problemas na primeira volta e só terminou em oitavo.

Nagl

Nagl

Strijbos

Strijbos

1a bateria da MXGP em Trentino:

1. Antonio Cairoli

2. Maximilian Nagl

3. Kevin Strijbos

4. Tim Gajser

5. Jeremy Van Horebeek

6. Romain Febvre

7. Ben Townley

8. Tanel Leok

9. Evgeny Bobryshev

10. Christophe Charlier

2a bateria da MXGP em Trentino:

1. Romain Febvre

2. Antonio Cairoli

3. Evgeny Bobryshev

4. Tim Gajser

5. Jeremy Van Horebeek

6. Kevin Strijbos

7. Valentin Guillod

8. Maximilian Nagl

9. Gautier Paulin

10. Shaun Simpson

Geral da MXGP em Trentino:

1. Antonio Cairoli

2. Romain Febvre

3. Tim Gajser

4. Kevin Strijbos

5. Maximilian Nagl

6. Evgeny Bobryshev

7. Jeremy Van Horebeek

8. Shaun Simpson

9. Tanel Leok

10. Ben Townley

Classificação do campeonato MXGP após 8 etapas:

1. Tim Gajser – 335 pontos

2. Romain Febvre – 331

3. Antonio Cairoli – 310

4. Maximilian Nagl – 273

5. Evgeny Bobryshev – 264

6. Jeremy Van Horebeek – 247

7. Kevin Strijbos – 204

8. Shaun Simpson – 189

9. Valentin Guillod – 153

10. Glenn Coldenhoff – 146 pontos

Campeonato de fabricantes da MXGP após 8 etapas:

1. Honda – 343 pontos

2. Yamaha – 339

3. KTM – 317

4. Husqvarna – 284

5. Suzuki – 227

6. Kawasaki – 173 pontos

MXGPstart_MXGP_8_TN_2016

Categoria MX2

Não é segredo que Jeffrey Herlings se abastece em quebrar recordes então mesmo que ele tenha vencido o GP de hoje, seu oitavo consecutivo, sua esperança de vencer cada uma das baterias da temporada foi interrompida quando Dylan Ferrandis largou determinando a vencer a primeira bateria. O holandês venceu a segunda bateria com mais de 30 segundos de vantagem e declarou: “Infelizmente não posso ser invicto mais, mas venci o GP e é isso que importa já que vou tentar vencer todos eles.” 

Herlings

Herlings

Ele parecia mais um touro soltou em uma loja de porcelana hoje. Dylan Ferrandis acabou com o sonho de Herlings de permanecer invicto em cada bateria desta temporada quando venceu a primeira bateria da MX2 do dia. O francês super talentoso ficou fora da metade da temporada depois de deslocar o ombro na Tailândia. Ele não caiu na etapa, mas tinha um problema antigo no ombro que agravou e ele optou em voltar para casa e operar o ombro. Recém retornado, Ferrandis está surpreendendo a maioria como o próprio declarou na coletiva da Alemanha. Ninguém adivinharia que após dois meses longe das motos, ele teria a velocidade e intensidade que apresentou em Trentino que permitiu que ele dominasse a classificatória ontem e vencer a primeira bateria de hoje após passar a corrida inteira brigando dom Herlings.

Ferrandis

Ferrandis

Pauls Jonass abandonou seus truques acrobáticos neste final de semana e subiu no pódio pela terceira vez na temporada. Caso alguém não saiba, o letão tem estado bem rápido este ano, mas tem tido dificuldades em permanecer sobre duas rodas. Neste final de semana, ele teve seu primeiro dia equilibrado com uma margem mínima de erros desde Valkenswaard em Março.

Jonass

Jonass

Samuele Bernardini manteve sua moto no limite nas linhas perto da cerca enquanto corria na frente nas duas baterias. O italiano se tornou ‘o gato entre os pombos’ já que ele tende a ser excelente nas largadas e pôde andar na frente pela primeira parte da corrida. Ele também é difícil de se ultrapassar, o que chateia os pombos que estão brigando por aquelas primeiras posições no campeonato. Embora o fogo de Bernardini acaba pagando durante as corridas, ele claramente tem a velocidade e a habilidade para ser algo grande como provou ao marcar o tempo mais rápido na MX2 até agora no campeonato.

Bernardini

Bernardini

Jeremy Seewer teve muitos dias adoráveis, como está escrito em sua calça, mas hoje infelizmente não foi um deles. O suíço quebrou sua corrida pelo pódio quando terminou em quarto na primeira bateria depois de uma largada ruim e depois terminou em 12º na última bateria. O resultado o colocou na quinta posição em Trentino.

Seewer

Seewer

1a bateria da MX2 em Trentino:

1. Dylan Ferrandis

2. Jeffrey Herlings

3. Pauls Jonass

4. Jeremy Seewer

5. Max Anstie

6. Samuele Bernardini

7. Aleksandr Tonkov

8. Adam Sterry

9. Vsevolod Brylyakov

10. Brent Van doninck

2a bateria da MX2 em Trentino:

1. Jeffrey Herlings

2. Pauls Jonass

3. Dylan Ferrandis

4. Brian Bogers

5. Benoit Paturel

6. Samuele Bernardini

7. Roberts Justs

8. Vsevolod Brylyakov

9. Petar Petrov

10. Michele Cervellin

Geral da MX2 em Trentino: 

1. Jeffrey Herlings

2. Dylan Ferrandis

3. Pauls Jonass

4. Samuele Bernardini

5. Jeremy Seewer

6. Benoit Paturel

7. Vsevolod Brylyakov

8. Aleksandr Tonkov

9. Brian Bogers

10. Max Anstie

Classificação do campeonato MX2 após 8 etaps:

1. Jeffrey Herlings – 397 pontos

2. Jeremy Seewer – 297

3. Pauls Jonass – 260

4. Benoit Paturel – 211

5. Aleksandr Tonkov – 210

6. Petar Petrov – 202

7. Max Anstie – 183

8. Vsevolod Brylyakov – 182

9. Samuele Bernardini – 179

10. Dylan Ferrandis – 162 pontos

Campeonato de fabricantes da MX2 após 8 etapas:

1. KTM – 397 pontos

2. Suzuki – 297

3. Kawasaki – 289

4. Yamaha – 273

5. Husqvarna – 239

6. TM – 179

7. Honda – 149 pontos

Pódio MX2 em Trentino

Pódio MX2 em Trentino

Calendário do Mundial de Motocross 2016:

Nona Etapa – 29 de Maio – Talavera de la Reina / Espanha
Décima Etapa – 05 de Junho – St Jean d’Angély / França
Décima Primeira Etapa – 19 de Junho – Matterley Basin/ Grã Bretanha
Décima Segunda Etapa – 26 de Junho – Mantova / Itália (Lombardia)
Décima Terceira Etapa – 24 de Julho – Loket /República Tcheca
Décima Quarta Etapa – 31 de Julho – Lommel / Bélgica
Décima Quinta Etapa – 07 de Agosto – Frauenfeld – Gachnang / Suíça
Décima Sexta Etapa – 28 de Agosto – Assen / Holanda
Décima Sétima Etapa – 03 de Setembro – Carolina do Norte / Estados Unidos
Décima Oitava Etapa – 11 de Setembro – Glen Helen / Estados Unidos

25 de Setembro – Motocross das Nações – Maggiora / Itália

21 de Agosto – Mundial de Motocross Júnior – Orlyonok / Rússia

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Desenvolvido por GetFly