Sessão estaleiro AMA Motocross 2016 – Glen Helen

Por Mariah Morgado | Fotos por O'Neal Europe e Simon Cudby | 27 de Maio de 2016 - 20:51

Vamos dar uma olhada nos pilotos que estão lesionados ou retornando de lesões para a 2a etapa do AMA Motocross 2016, que acontece neste sábado em Glen Helen.

Categoria 450MX

Blake Baggett – Clavícula

Baggett caiu durante a segunda bateria em Hangtown e quebrou a clavícula. Baggett voltou para a moto e terminou a bateria. Ele passou por cirurgia na manhã de segunda feira e a equipe disse que embora ele queira correr em Glen Helen, o atual plano é que ele retorne em High Point. 

Adam Enticknap – Fêmur
Enticknap quebrou o fêmur no começo do ano e está ansioso a voltar a treinar nesta semana.

Wil Hahn – Clavícula, labrum e escápula
Hahn sofreu um acidente grave em Atlanta e sofreu diversas lesões. Ainda não há uma data para seu retorno.

James Stewart – Ombro
Stewart caiu durante a primeira bateria em Hangtown e deslocou o ombro. Ele está levando dia após dia e ainda vai decidir se irá correr ou não em Glen Helen.

Ronnie Stewart – Ombro e pulmão
Ronnie Stewart caiu na abertura e deslocou a clavícula direita e um pulmão perfurado. A equipe espera que ele volte em Thunder Valley.

Dean Wilson – Joelho
Wilson, que espera voltar ao gate na metade do AMA Motocross, caiu no começo da temporada do supercross e rompeu o LCA e o menisco e estirou o LCM. Ele passou por cirurgia, depois precisou de outro procedimento devido a uma infecção.

Blake Baggett

Blake Baggett

Categoria 250MX

Chris Alldredge – Pelve
Alldredge vai ficar fora da ação de quatro a seis semanas após fraturar a pelve em Las Vegas.

Gannon Audette – Concussão
Audette sofreu um grave acidente em Hangtown e não vai correr em Glen Helen. Neste momento, ele ainda não sabe se vai ou não voltar em Thunder Valley.

Zach Bell – Clavícula e infecção
A recuperação de Bell sofreu um atraso quando ele contraiu uma infecção bacteriana e foi forçado a passar por uma segunda cirurgia. Ele anunciou recentemente no Instagram que a infecção está completamente curada, mas o osso está apenas 50% curado. Ele está fora de toda a temporada do AMA Motocross 2016. Uma campanha para ajudar as despesas financeiras foi lançada nas redes sociais.

 Michael Leib – Pé e tornozelo
Leib descobriu em meados da temporada do supercross que tinha quebrado o talus e o navicular (ossos do pé) em Janeiro. Ele vai passar por uma cirurgia para fundir os ossos esperando voltar para as últimas etapas do Motocross com a equipe Canvas MX.

Kyle Peters – Ombro
Peters caiu na segunda bateria em Hangtown e sofreu uma luxação acromioclavicular. Supreendentemente, ele ainda pretende correr em Glen Helen já que é o único piloto da equipe RIDE365.com/Honda para as primeiras três etapas e ainda está tentando conquistar uma vaga.

Gannon Audette

Gannon Audette

Fonte: Racerx

 

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Desenvolvido por GetFly