Quinta Etapa do Gaúcho de MX equilibrou a tabela do campeonato

Por FGM | Fotos por André Charão | 04 de julho de 2016 - 12:08

Com cara de primavera, a quinta etapa do Gaúcho de Motocross começou quente literalmente neste domingo, 03 de julho na cidade de Tapejara, distante 300km da capital gaúcha. Com um grid com mais de 120 pilotos, o fim de semana foi intenso e cheio de emoções por conta do CT Borilli Racing, espaço multi esportivo para os apaixonados pelo esporte duas rodas.

218_8455101801

218_8743202695

O dia de provas começou com a categoria Intermediária MX2 e Leonardo Tenedini, de Porto Alegre mesmo chegando em segundo, segue líder da categoria, mas o destaque foi Vanderlei da Silva, o “Chico Lôco” como gosta de ser chamado que fez uma prova espetacular e ganhou sua primeira prova do ano. Em terceiro Douglas Colett, de Casca, fechou o podium.

218_9343682103

Segue classificação da prova da Intermediária MX2 e seu tempo de prova:

1º – Vanderlei Rodrigues da Silva #15 – Três Passos – 18.56.384

2º – Leonardo Tenedini #152 – Porto Alegre/RS – 18.56.972

3º – Douglas Colett #265 – Casca – 18.58.426

Na sequência, a 65cc fez bonito e quem subiu mais alto no podium pela segunda vez consecutiva foi o catarinense de Itapiranga/SC somando pontos preciosos no campeonato. Em segundo e se aproximando da ponta o piloto Garmichel Gihel de Dois Irmãos vem subindo na tabela geral. Em terceiro e seguindo líder da categoria, Henrique Henicka de Lajeado viu sua gordura de pontos ser diminuída pondo em risco o seu campeonato.

Segue classificação da prova da 65cc e seu tempo de prova:

1º – Rafael Becker #7 – Itapiranga/SC – 15.19.587

2º – Garmichel Rodrigues Gihel #4 – 15.32.504

3º – Henrique Henicka #202 – 15.43.487

Na MX3 Fabiano Ribeiro de Passo Fundo fez as pazes com a vitória vencendo sua primeira prova neste ano na categoria seguido de Alex Cavalca de Pinheiro Preto/SC. Fechando a conta Leandro “Ducho” Schwindt chegou em terceiro e de quebra, assumiu a liderança da categoria depois que Walter Sérgio Tardim, atual líder não pontuou.

Segue classificação da prova da MX3 e seu tempo de prova:

1º – Fabiano Guimarrães Ribeiro # 75 – Passo Fundo – 19.20.074

2º – Alex Cavalga #111 – Pinheiro Preto/SC – 19.22.526

3º – Leando Schwindt #86 – Novo Hamburgo – 19.30.676

Na 50cc, categorias A e B,  Matheus Kappel manteve-se na liderança mesmo chegando em segundo na Categoria A. Pietro Piroli vem firme na segunda colocação na geral. Na 50cc B Rafael Becker carimbou o passaporte de campeão 2016 com a quinta vitória em cinco provas. Otavio Zanata de Tapejara terminou em segundo e Vitor dos Santos em terceiro.

Segue classificação da prova da 50cc A e seu tempo de prova:

1º – Pietro Dalla Nora Piroli #471 – Tapejara – 13.17.841

2º – Matheus Andriotti Kappel #22 – Marau – 12.19.759 – 1 volta a menos

Segue classificação da prova da 50cc B e seu tempo de prova:

1º – Rafael Becker #7 – Itapiranga/SC – 12.19.429

2º – Otavio Zanini Zanatta #757 – Tapejara – 12.29.359

3º – Vitor Caua dos Santos #164 – Sertão – 13.33.377

Emoção rolou por conta da Intermediária MX1, que hoje revelou um novo vencedor, Nicolas de Oliveira de Portão, que, depois de chegar três vezes em segundo nas três ultimas provas do campeonato, hoje superou o líder da categoria Fabiano dos Santos de Venâncio Aires e carimbou sua primeira vitória. Fabiano por sua vez, segue líder após somar mais 22 pontos na segunda posição. Matias Wisnieswski de Frederico Westphalen somou pontos importantes na terceira posição.

Segue classificação da prova da Intermediária MX1 e seu tempo de prova:

1º – Nicolas Eduardo Oliveira #138 – Portão – 19.30.230

2º – Fabiano Nestor dos Santos #38 – Venâncio Aires – 19.50.528

3º – Matias Rogério Wisniewski #23 – Frederico Westphalen – 20.26.298

Prova de tirar o fôlego foi a da MX2 e os protagonistas Leonardo Lizott de Setão e Felipe Mombach de Montenegro disputaram até o fim pontos importantes na classificação geral e hoje, quem levou a melhor na categoria foi Lizott que com a pontuação igualou-se a Mombach na geral e a sexta etapa promete uma disputa aberta entre os dois. Henrique Araújo de Passo Fundo fechou na terceira posição.

218_5661087171

Segue classificação da prova da MX2 e seu tempo de prova:

1º – Leonardo Lizott #194 – Sertão – 23.46.091

2º – José Felipe Mombach #48 – Montenegro – 23.48.775

3º – Henrique Araújo #153 – Passo Fundo – 24.15.457

O dia de hoje estava em paz com Fabiano Ribeiro de Passo Fundo, pois já tinha faturado na categoria MX3, levou de presente a MX4 com uma vitória maiúscula consagrando-se em Tapejara. Walter Tardim de Nova Friburgo/RJ chegou em segundo mas mantem-se líder na geral desta categoria. Gustavo Visoto terminou a prova em terceiro.

218_232599712

Segue classificação da prova da MX4 e seu tempo de prova:

1º – Fabiano Guimarães Ribeiro #75 – Passo Fundo – 15.20.463

2º – Walter Sergio Tardim #25 – Nova Friburgo – 15.20.658

3º – Gustavo Visoto #27 – Carazinho – 15.21.467

Feliz mesmo ficou Bruno Schmitz de Três Passos que venceu a quinta prova do ano na categoria Júnior e mesmo não largando bem conseguiu superar seus adversários e vencer mais uma, mas esta, com cheiro de campeão da temporada. Basta chegar entre os três primeiros para sagrar-se campeão. Gabriel Andrigo de Marau finalizou em segundo e Pedro Magero em terceiro.

Segue classificação da prova da Júnior e seu tempo de prova:

1º – Bruno Fensterseifer Schimtz #40 – Três Passos – 18.42.327

2º – Gabriel Bohrer Andrigo #10 – Marau – 18.51.729

3º – Pedro Biasoli Magero #15 – Caxias do Sul – 18.59.577

Cassio Espindola veio de São João do Sul, Santa Catarina para tornar-se soberano na categoria Nacional. São cinco vitórias em cinco provas e colocou uma diferença quase que imposível de ser superado e poderá em setembro, na sexta etapa consagrar-se campeão antecipado 2016 em solo gaúcho. Jailo Boesing de Frederico Westphalen mantém-se na geral em segundo colocado depois do vice aqui em Tapejara. Leandro Fole de Montauri, cidade que vai receber a final do Gaúcho MX finalizou o podium em terceiro.

Segue classificação da prova da Categoria Nacional e seu tempo de prova:

1º – Cassio Anacleto Espíndola #2 – São João do Sul/SC – 16.10.217

2º – Jailo Fernando Boesing #51 – Frederico Westphalen – 16.24.344

3º – Leandro Fole #183 – Montauri – 16.45.270

Fechando o dia e presenteando o público presente, nada mais do que um show de pilotagem na Pró entre os pilotos Felipe Mombach e Leonardo Lizott, e repetindo o duelo que fizeram na MX2, desta vez quem se deu melhor foi Monbach. Com o resultado de hoje Mombach mantem-se na liderança geral e pode levar para a sexta etapa uma gordura extra em pontos e dependendo dos resultados já poderá se consagrar campeão da Pró. Lizott por sua vez mostrou que está em excelente forma e disputou até a última curva a primeira posição. Fechando a conta, Brayan Soares levou o terceiro posto.

Segue classificação da prova da MX Pró e seu tempo de prova:

1º – José Felipe Mombach #48 – Montenegro – 23.21.384

2º – Leonardo Lizott #194 – Sertão – 23.21.997

3º – José Bryan Soares #25 – Massaranduva/SC – 24.03.300

218_5369946146

A próxima etapa está marcada para os dias 10 e 11 de Setembro na cidade de Ijuí e lá saberemos quem poderá sagrar-se campeão da temporada 2016 ou ainda ter chances de levar para a grande final dias 23 e 24 de outubro na cidade de Montauri o título de campeão 2016 do Motocross Gaúcho. Até Lá!

O campeonato Gaúcho de Motocross tem os seguintes apoiadores: Borilli Racing, Biker, Líder MX, Works Suspension, Mx Moto Graphics, GDez, Zuun Motorcycles, Potência Máxima, Mundocross e Jornal O Podium.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

O texto é de autoria da FGM, eles não colocaram. Assim que corrigirem atualizaremos a matéria!

Desenvolvido por GetFly