Team EUA para o Motocross das Nações 2016 é anunciado

Por Mariah Morgado | Foto por Simon Cudby | 13 de agosto de 2016 - 13:04

A American Motorcycle Association (AMA) anunciu hoje, durante a 10a etapa do AMA Motocross 2016 em Unadilla, os três pilotos que irão representar os Estados Unidos no Motocross das Nações 2017 em Maggiora, Itália, no dia 25 de Setembro.

Em seu segundo ano participando do MXoN, Cooper Webb será o capitão da equipe, disputando a categoria MXGP. Jason Anderson, em sua primeira vez no Nações, disputará a categoria Open e Jeremy Martin, em seu terceiro ano no evento por representar a equipe Puerto Rico em 2013 e 2014, alinhará na categoria MX2.

“Estou ansioso em voltar de novo este ano e tentar vencer. No ano passado, nós chegamos perto, mas ainda terminamos em segundo. Temos outra chance de vencer este ano. Estou ansioso pela redenção. Correr na MX1 é uma grande honra.” Declarou o capitão Webb.

“A cada ano tem sido cada vez mais difícil reunir nossa equipe do Nações com as agendas lotadas dos pilotos e lesões. Esta é uma das equipes mais jovens que já reunimos ao longo dos anos, mas estou confiante que esses três garotos possam fazer o trabalho. Eles tiveram uma boa batalha na França no ano passado e Webb sente que suas chances são melhores desta vez. Alex tem sido muito forte no motocross e é um dos poucos que saíram de trás para terminar na frente.” Roger DeCoster, chefe da equipe, declarou.

“Ser um novato e ter estado fora das pistas por todo o verão, é meio louco ter sido selecionado, mas estou assumindo a responsabilidade e pronto para trabalhar. Cooper e eu com as 450cc definitivamente iremos conseguir brigar pela liderança. E, se fizermos boas largadas, não há razão para não vencermos. Eu vou correr o GP de Glen Helen e ver onde estamos para o Motocross das Nações.” Jason Anderson disse.

“Aldon Baker confirmou que 0 teria pronto a tempo. Jason vai correr a última etapa do AMA Motocross e deve conseguir provar que está pronto para o trabalho. Eu sinto que essa pausa forçada em sua agenda, no final das contas, pode beneficiá-lo para o MXoN.” DeCoster comenta.

“É uma grande honra ser escolhido. É muito legal que eu tenha participado do evento por duas vezes anteriormente com a equipe Puerto Rico. Eu vi como todos tratam a equipe EUA e como funciona na corrida e agora eu poderei experimentar isso de dentro. Eu acho que saber o esquema será útil. Eles operam de forma muito diferente por lá, com um evento de dois dias ao invés de um só. Os treinos são no dia anterior. E acho que a primeira vez em que corri no evento, eu subestimei as habilidades dos pilotos.”  Alex Martin completa.

Team-USA

 

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Desenvolvido por GetFly