Final de semana de grandes disputas nas montanhas de Minas

Por Janjão Santiago - assessoria do campeonato | Fotos por Janjão Santiago | 25 de agosto de 2016 - 22:48

O fim de semana foi de grandes disputas no último final de semana, na região de Honório Bicalho (Nova Lima/MG), pelas 9ª e 10ª etapas do Campeonato Brasileiro Borilli de Enduro FIM. Alguns pilotos já garantiram o título da temporada e outros estão bem perto da conquista.

O CT Fast Brothers recebeu a comitiva de pilotos do Campeonato Brasileiro para mais um final de semana de muitas emoções. O percurso escolhido, bastante exigente segundo os próprios pilotos, viu grandes disputas e muitas trocas de posições na liderança da prova. No sábado foram três voltas, sendo que a primeira volta foi de reconhecimento e as outras duas válidas, onde os pilotos encaravam três especiais cronometradas: um Cross Test dentro do Centro de Treinamento, um Extreme com grande parte do trajeto dentro do leito de um rio e pra finalizar um Enduro Teste bastante técnico e desafiador, com um final em subida,com muitos cotovelos e várias opções de trajeto para os pilotos escolherem o melhor.

Júlio Ferreira

Júlio Ferreira

A disputa neste primeiro dia foi decidida no final, com a vitória do piloto mineiro Júlio Ferreira vencendo o dia com apenas 5 segundos de vantagem para o gaúcho Gustavo Pellin. Rômulo Bottrel foi o terceiro colocado. O norte-americano Ian Blythe, líder do campeonato, teve algumas dificuldades no dia e ainda sofreu uma penalização, tirando suas chances de uma boa colocação.

Ian Blythe

Ian Blythe

O domingo amanheceu nublado, mas com os pilotos dispostos a esquentar o nível das disputas, já que o campeonato se aproxima do seu final. Restam apenas mais duas etapas, que acontecem em setembro na cidade de Itatinga/SP. A pouca diferença no dia anterior entre Julio e Pellin  serviu para que os dois iniciassem o dia determinados a acelerar tudo. Mas na briga entraram ainda Bottrel e Blythe, que resolveram se recuperar do dia anterior. Os quatro aceleraram até a última especial disputando a liderança, com algumas trocas de posições entre eles até o final. E depois de mais três voltas no percurso e nove especiais disputadas, o norte-americano Ian Blythe se recuperou do dia anterior e confirmou a vitória no dia. Na segunda colocação ficou Júlio Ferreira e em terceiro ficou Rômulo Bottrel.

Na soma dos dois dias, vitória de Júlio Ferreira. Na segunda colocação ficou Rômulo Bottrel, que empatou em número de pontos com Gustavo Pellin, mas levou a melhor no critério de desempate que leva em conta a melhor colocação no segundo dia. Gustavo Pellin fechou a competição com a terceira vaga do pódio. Na classificação Geral, Ian Blythe continua na liderança com 207 pontos, com Bottrel em segundo (197 pts) e Gustavo Pellin em terceiro com 190 pontos.

Na categoria E1 o vencedor foi  Rômulo Bottrel, com Diego Collet na segunda colocação e Ronald Santi em terceiro. Com esse resultado, Bottrel já tem praticamente assegurado o título da temporada, bastando apenas que participe da última prova para que possa descartá-la. É que segundo o regulamento, a última prova só pode ser descartada se o piloto participar da etapa.

Na E2 o vencedor foi Júlio Ferreira, com Ian Blythe na segunda colocação e Tunico Miranda em terceiro. O título já está praticamente definido na categoria: basta largar na prova de Itatinga para que Blythe assegure o título da temporada na categoria.

Gustavo Pellin

Gustavo Pellin

Na E3 Pellin continua imbatível e desde o início de 2015 domina o lugar mais alto do pódio. A campanha de 2016 continua como a de 2015, com 100% de aproveitamento e basta largar na última prova para comemorar mais um título. Mas é claro que vai tentar vencer, para fechar a temporada de forma invicta. Ripi Galileu foi o segundo colocado e Guilherme Farah o terceiro.

A categoria Junior contou com boas disputas entre os jovens pilotos – é destinada a pilotos até 23 anos. Patrik Capila venceu no sábado e Vinicius Calafatti o domingo. Na soma dos pontos, vitória de Capila, com Willians “Tanaka” Laurens na segunda colocação e Calafatti em terceiro. Levando em consideração que Bruno Crivilin, segundo colocado na classificação, não participa da última prova por ter realizado uma cirurgia na última semana, Calafatti já pode começar a comemorar o título, já que não pode mais ser alcançado pelo terceiro colocado, Patrik Capila.

O vencedor da Categoria Light foi Victor Miranda. Ednaldo Rolim foi o segundo e Cicero Martins o terceiro colocado. Com o resultado, Victor Miranda já pode comemorar a conquista do título de 2016.

A categoria E35 teve vitória do gaúcho Michel Cechet, com Luiz Felipe Braga Bastos sendo o segundo colocado. Em terceiro ficou Nielsen Bueno. A categoria está em aberto e será decidida na prova final, já que com os descartes previstos em regulamento a diferença entre Cechet e Nielsen é de apenas 3 pontos.

Na categoria E40 o piloto Cassiano Tebaldi venceu os dois dias e subiu no degrau mais alto do pódio. Na segunda colocação ficou Roberto Lamego e em terceiro Edeilson Shoca. Com o resultado o piloto Cassiano Tebaldi já pode comemorar o título de Campeão da temporada.

Na E45 o vencedor foi Pélmio Filho, que venceu os dois dias e com o resultado já garantiu o título de Campeão Brasileiro de 2016. Na segunda colocação ficou Julio Cesar Lemos e em terceiro Daniel dos Reis.

A próxima prova, última da temporada 2016, acontece nos dias 24 e 25 de Setembro, na cidade de Itatinga/SP.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Desenvolvido por GetFly