Veloterra: Semifinal do Borilli Racing foi em Marau

Por Sílvio Bilhar/Anisteu Faggion | Fotos por Sílvio Bilhar | 08 de outubro de 2016 - 23:49

Acostumados em assistir ao motocrosss, os aficionados fãs do of Road de Marau e região acordaram no final de semana 17 e 17 de setembro com o Velocross, era a penúltima etapa do campeonato Gaúcho. Que teve antecipação de títulos e duelos em todas as categorias. Veja como foram os duelos:

img_2601

Na VX4 nacional Luiz Volnei Refatti encostou de vez na briga pelo título de 2016 após vencer e ver seu oponente direito ao título Luciano de conto chegar em segundo. Marcio Alarcon que estava em segundo na geral não terminou a prova e viu sua chance de título ficar mais longe. A última prova será eletrizante, pois teremos um duelo à parte entre Refatti e de Conto. Elder Pirolli que figurava em quarto na classificação geral sofreu um forte acidente e teve que abandonar a prova. Os três primeiros foram: Luiz Refatti, Luciano De Conto e Danny Oliveira.

img_2683

VX4 Nacional com duelos marcantes

Na promocional Tiago Lupatini venceu com e chegando em segundo Diego Zancanaro e finalizando o pódio Alessandro Ribas da Cruz assume a geral da categoria e vai para a final candidato ao título de 2016. Veja que se deu melhor na etapa: Tiago Lupatini, Diego e Alessandro da Vera Cruz.

O domingo foi  pra lá de especial para o Velocross Gaúcho e  Marau sabe mesmo sediar um evento off-road. A penúltima etapa foi surpreendente antecipando campeões e deixando outros praticamente com a mão na taça. Foi o caso de Maiara Basso de Gentil/RS que se consagrou campeã antecipada na VXF importada e Franco Nahuel do Chuí que levou o título da Intermediária VX com uma ampla vantagem para o segundo colocado.

img_9510

Franco Nahuel antecipou o título

As provas começaram com a categoria Nacional VX3 prova em que Márcio Alarcon se deu melhor, vencendo a penúltima etapa seguido de Rodrigo dos Santos e Danny Oliveira. Ademir Tem Pass foi 4º e Dyanos da Silva em 5º.

Em rapaziada da 230 Intermediária entrou na pista para mais um duelo de encher os olhos. Nessa o piloto de Ciríaco, Jonilson da Costa se deu melhor ao vencer a penúltima etapa. João Vitor Sturm em 2º com Giovani Araldi se deram bem, O pódio ainda teve Vanderlei Graepin e Cristian Musskof também subiram no pódio.

A 50cc, que é dividida em 2 classes, a A e B. Nas 50 cc categoria A, a disputa pelo campeonato está entre o piloto de Tapejara Pietro Pirolli que é líder mas Augusto Wening de Montenegro que vem logo atrás vai lutar pelo título com todas as duas forças. Quem não vai deixar barato é Vitor Weizenmann de Arroio do meio que quer conquistar algo a mais nesta temporada. Pietro Pirolli, Augusto Wening, Guilherme Chagas Moraes.

img_2669

Pietro Pirolli venceu a semi final

A 50cc B tem na briga direta somente dois pilotos. Matheus de Almeida de Rio Grande e Otavio Zanata de Tapejara. Tecnicamente empatados em pontos, ao longo do ano os dois foram alternando primeiro e segundo lugares e será em Tapejara, cidade natal de Otavio que tudo será decidido. Matheus de Almeida, Otávio Zanata,Wagner Gandini.

img_2664

Matheus de Almeida foi o primeiro da B

As categorias VX3 e VX4 entraram juntas na pista. Com uma grande tocada, Maiara Basso provou que está com um bom condicionamento físico vencendo de ponta a ponta a prova na geral. Inscrita na VX3, ela foi seguida de Fernando Sanches, Fabiano Ribeiro, Eduardo Treviso e Gustavo Visoto. Já na VX4 o 1º lugar coube para Fernando com Fabiano, Gustavo, Júlio Balzan e Júlio Bortoli.

Na VX 230 pró, teve de tudo, começou com piloto trancado no gate, a liderança trocando de mão e nas voltas finais a recuperação de Jordan Mardini que havia largado por último após o acontecido na largada. O duelo foi enorme mas Matheus da Costa segurou firme e fechou a porta. Jordan foi 2º com Mauro Brazaca, Giovani Araldi e Francisco Giacomin no pódio.

Uma das provas mais emocionantes e acirradas foi a 65cc em que Santiago Leiria largou na ponta com João Pedro Roncato em 2º e Kauê Benato em 3º. Os três fizeram um grande duelo, com trocas de liderança entre Roncato, Kauê e Leiria. A volta final foi espetacular, quando Leiria “Tirou um coelho da cartola , fez a ultrapassagem nos dois pilotos, para voltar a liderança e vencer a etapa. Kauê, João, Bruno Severo e Gabriel Bilhar completaram o pódio.

img_9371

Santiago Leiria #19 surpreendeu na reta final

Pela Feminina, entraram na mesma bateria pilotos de motos nacionais e importadas. Nas importadas, Maiara Basso largou na frente, venceu de ponta aponta e antecipou o título. Chegaram em seguida. Nicole de Souza, Tais Knies e Ketlin Dias.  Nacional,  Maria Eduarda Salomoni também venceu de ponta a ponta seguida de Michele Schimit, Paola Garcia, Rayna Dallasta e Angelica Raimer que também subiram no pódio.

img_9416

Maiara (de Boné) comemorou o título MXF Importada

A única categoria que disputa em duas baterias é a Nacional Força livre. Alex Alarcon fez o holeshote largando na frente e se mantendo por algumas voltas, quando é ultrapassado por Felipe Deloss que fez prova de recuperação, os dois trocaram duas vezes a liderança durante a bateria.  Ainda na bateria, Joel da Costa em 3º. Na 2ª bateria, novamente Alarcon repetiu a façanha, mas foi ultrapassado por Joel na 2ª volta e mais tarde na mesma volta, por Deloss que ainda teve fôlego para buscar mais uma vitória, com Joel em 2º e Matheus da Costa em 3º. Na soma das baterias, Deloss foi 1º seguido de Alex Alarcon, Joel, Matheus e Giovani Araldi.

img_9518

Felipe Deloss venceu as duas baterias

A VX2 veio em seguida com mais um duelo entre os Irmão Mateus e Lucas Basso. Nessa bateria, deu Mateus recebendo a quadriculada. Lucas foi 2º, Henrique Araújo em 3º, Jordan Martini em 4º e Leonardo Limberger completaram o pódio.

Mauro Brazaca Júnior largou bem e logo abre grande vantagem na pista para vencer de ponta a ponta a categoria. No miolo, Gabriel da Costa e Felipe Migliorini travaram com trocas o duelo da prova. Felipe chegou em 2º com Gabriel em 3º, Arthur Barcelos em 4º e Bernardo Píccoli em 5º lugar.

img_9445

Mauro Brazaca Júnior levou a Júnior

A 1ª volta da Intermediária VX foi dominada por Gustavo Visoto puxando o pelotão principal. Leonardo Weingarter e Franco Nahuel duelara nas 4 voltas iniciais pelo 2º posto, até Franco vencer a parada e encostar em Gustavo que fechou a porta e se manteve líder. Gustavo, Franco, Juliano Mercalli em recuperação e a grande surpresa foi Felipe Migliorini chegando em 4º com moto de 150cc. Ederson Giotti chegou em 5º posição de largada.

img_9485

Gustavo Visoto ao alto venceu em Marau

A última da tarde foi a VX1, com a Vitória de Lucas Basso que dessa vez superou a fera Jordan Martini, o 2º. Franco Nahuel veio em 3º, Antônio Brazaca em 4º e Juliano Mercalli em 5º. Mateus Basso quebrou na 7ª volta quando estava no pelotão principal.

img_9513

Lucas foi 1º na VX1

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Desenvolvido por GetFly