Entrevista com Justin Brayton na Austrália

Por Mariah Morgado | Foto por Media Dunlop | 14 de outubro de 2016 - 11:26

A equipe da Dunlop Media bateu um papo com Justin Brayton durante sua preparação para a 2a etapa do Australiano de Supercross em Toowoomba neste final de semana.

Sobre a família: “Ter uma família me fez perceber o quanto a vida é preciosa e que na vida existe mais do que corrida. Durante 27 anos, tudo pra mim foi sobre correr e você se orgulha de tudo que faz e dos resultados que conquista a cada final de semana. E na verdade isso se torna a sua identidade. Viver a cada final de semana baseado em seus resultados pode ser uma montanha russa. Então, sim. Ter uma família, me fez perceber muita coisa, eu diria que me ajudou a estabilizar minha vida porque não importa como você se sair no final de semana, você volta pra casa e minha filha de 2 aninhos vai me tratar da mesma forma, se cheguei em primeiro ou se cheguei em último. É algo tão especial. Você pode compartilhar os bons momentos e também os ruins. Os momentos ruins nem são tão ruins como eram antes de ter minha esposa e minha filha.”

sem-titulo

Justin Brayton

Sobre a importância da equipe: “Ter uma boa moto é uma ajuda tremenda em como você vai se sair no final de semana e a cada corrida. Mais do que a moto é a equipe. Sabe, agora todas as motos são tão boas, mas a equipe que te cerca e as pessoas que estão na equipe criam, na minha opinião, até aonde você pode ir. Eu sempre me orgulhei por me cercar de pessoas boas e pessoas que mão melhores do que eu que fazem eu buscar o melhor de mim mesmo. Como eu costumo dizer: Não tem como medir o quanto você pode atingir quando se cerca de ótimas pessoas e com uma boa moto.” 

sem-titulo2

A família Brayton

Sobre a sua ida para a Austrália ao lado da família: “Ter a Parker tem sido tão legal. É muito trabalho, mas é tão divertido tê-la por perto e até mesmo na pista. É muito bom tê-la aqui nos treinos e nas corridas. É muito legal ver como ela sorri quando vê o papai chegando no boxe. Se eu venci ou perdi não importa. E eu adoro isso. Adoro sair da pista animado com meu resultado e vê-la tão feliz. E é também assim no caso contrário. Se eu tive uma noite ruim é ótimo vê-la sorrir e dizer: Bom trabalho papai! Ela não tem a menor ideia de como me sai ou de nada, então é muito legal. E uma das razões por ter me mudado pra cá foi por poder compartilhar a experiência com minha família. É muito difícil para quem nunca saiu do país, sem falar para ir a um país tão grande como a Austrália. E  agradeço a Honda por ter me dado esta oportunidade de trazer eu e minha família pra cá. Nós estamos nos divertindo. Estamos aqui já faz uma semana e ficaremos por seis semanas, estamos ansiosos e estou feliz em tê-las aqui comigo. Estou feliz.”

Confira o vídeo:

 

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Desenvolvido por GetFly