Igrejinha recebeu a semi final do Pirelli Regional de Veloterra

Por Sílvio Bilhar | Fotos por Sílvio Bilhar | 10 de dezembro de 2016 - 21:06

Foram mais de uma década para que o município de Igrejinha no Vale do Paranhana recebesse uma etapa do Regional Pirelli de Veloterra. E ela veio em grande estilo, foi a semifinal do campeonato que encaminhou alguns títulos da temporada. Duelos eletrizantes, assistidos por um bom público na pista da antiga sede dos funcionários dos calçados Beira Rio. Parabéns a família Maldaner, à André Produções e a Prefeitura pelo incentivo ao esporte. Veja como foram os duelos.

Largadas acirradas em Igrejinha. Nessa, Ademir #25 venceu de ponta a ponta

Categorias de base 55cc e 65cc

João Pedro Roncato fez o hole shote e caiu então Bruno Severo largou em 2º assumiu a frente da bateria com Thiago Santin, Gabriel Bilhar e João Pedro Roncato. Na categoria um festival de tombos começando pelo líder que entregou para Santin a liderança, entretanto também errou, caiu na pressão de Gabriel que era o novo líder. Entretanto também não suportou os ataque de Roncatto que assumiu de vez a liderança após tombo na volta inicial e posterior recuperação. Roncatto venceu seguido de Bilhar, Severo, Gustavo Maldaner em uma grande prova de garra, recuperação com o apoio da torcida e assim conquistando o 1º pódio do ano e em casa, frente à sua torcida, Santin completou o pódio em 5º. Na 55cc, o vencedor foi Augusto Wenning que sagrou se campeão 2016.

João Pedro Roncatto venceu e briga pelo título

VX1 Força Livre

O duelo inicial teve Felipe Pick largando na frente seguido do líder Charles da Silva, Roberto Rui, Alan Brenner e Ândrio Capitanio no pelotão da frente. Mais atrás Júlio Flach enrolava o cabo em recuperação. Pick abre e recebe a quadriculada em 1º seguido de Charles e Cristiano Fochesatto que também fez prova de recuperação. Júlio que chegou assumir a 3ª posição caiu na volta final. O Pódio foi completado com Roberto e Alan.

Charles da Silva continua líder da VX1

Promocional até 200

O bicho vai pegar na etapa final da categoria. Em Igrejinha, Igon Bohn largou na ponta numa bateria cheia de alternativas e mudanças de 1º ao 5º lugar na etapa. Uma das surpresas da etapa foi Luis Henrique da Silva que largou no pelotão principal e fez uma prova redondinha chegando em 2º lugar. Márcio Graff, que agora lidera venceu a prova em recuperação, Igon foi 3º com Airton Griebler em 4º e André Zalamena na 5º posição do início ao fim. Willian Maia, chegou a parar na bateria, mas voltou e ainda somou importantes 9 pontos e agora é vice líder.

Gustavo Maldaner 1º pódio em 2016

Novatos Nacional

Giovani Matiello se deu melhor e largou na ponta da Novatos com o líder Jonatas Giacomelli em 2º, André Zalamena em 3º, Ademir Tempass em 4º e Luis Kohlrausch completando o 1º pelotão. Matiello que ainda luta pelo título, venceu de ponta a ponta com Jonatas em 2º, Maico Nahel em 3º após ter largado em 8º e buscar recuperação. Ademir foi 4º e Patrício de Andrade em 5º no pódio.

Giovani Matiello

4 Tempos Nacional

Sergio Moraes largou na ponta seguido de Dioy da Costa Alex Alarcon. Um duelo épico dentro das pistas que já vem a vários anos se concretizando como um dos mais ferozes dos campeonatos. No meio da bateria, Alex faz curva de alta por fora e assume a 2º colocação, tira a diferença, encosta em Sergio que segura todos os ataques. Sergio venceu com Alex, Dioy, Ricardo Gusbertti e Maico Nahel.

Sergio Moraes venceu de ponta a ponta

230 estreantes

João Zalamena que ainda sonhava com o título foi para o ataque e venceu a etapa com Patrick Andrade que fazia sua 2ª prova na temporada em 2º e o piloto da casa Jonathan Rafael em 3º, em uma grande prova de apresentação junto a torcida que o aplaudiram de pé pelo empenho. Cristian Wilder foi o 4º colocado e Leandro Ritter o 5º.

João Zalamena venceu e quer algo melhor no ano

VX3 Nacional

O piloto de Lajeado, que ainda recupera-se de uma contusão, deu na “veia” e largou na ponta da categoria, a fera Marcos Onzi vei em 2º com João Zalamena em 3º. Ademir se manteve na liderança, e João na 2ª volta já ocupava a vice- liderança. Ademir vence de ponta a ponta seguido de João Zalamena, André Zalamena, Marcos Onzi e Leandro Ritter completando o pódio.

Marcos Onzi

Estreantes Importadas

Uma surpresa da categoria veio de Pantano Grande, Júlio Schuck largou na ponta seguido da fera Alan Brenner de Lajeado e do líder Ândrio Capitani. Na 2ª volta, Alan erra, cai e perde posições. Ândrio encosta, mas Júlio segura até a quadriculada. Ândrio foi 2º e mantém a liderança com o vice líder Alan em 3º, Ivair Saurin chegou logo atrás e Paulo Brito completou o pódio.

Júlio Schuck surpreende e vence a semifinal

Força Livre nacional

O piloto de Montenegro e líder da categoria fez a 1ª curva à frente do rival Dioy da Costa, com Sérgio Moraes logo atrás. Uma largada de respeito e na pista foi assim também, divididas curva a pós curva mas o resultado se manteve com Alex vencendo de ponta a ponta seguido de, Dioy, Maico Naher que largou em 4º e buscou uma posição. O piloto Sidnei Pinheiro de Campos Borges somou 16 pontos com a 5ª colocação. Sergio Moraes abandonou. Com o resultado Alex continua líder da FL Nacional.

Alarcon enrola o cabo e venceu a etapa em Igrejinha

Serrana Nacional

O líder Giovani Matiello largou na ponta para vencer a etapa deixando o duelo para Jonatas Giacomelli, Ricardo Gusbertti, João Zalamena e AndréZalamena. Jonatas, Ricardo, João e André, na sequência subiram no pódio.

Jonatas Giacomelli,e André Zalamena em duelo na pista de Igrejinha

Serrana Importada

Charles da Silva Fez o hole shote seguido de João Lira e Cristiano Fochesatto e Jefferson Macanham em 4º. Charles se mantém na frente e vence a etapa, Cristiano ultrapassou Lira para chegar em 2º, Lira confirmou o 3º posto e Jefferson o 4º lugar.

Jefferson Macanham o 4º no Paranhana

VX3 Importada

João Marcos Lira dividiu a curva um com Roberto Rui, que saiu na frente mas levou o troco ainda na volta inicial. Gustavo “Tche” Adams vinha em 3º com Júlio Flasch e Ivan Pilz, O líder em seguida. João abre boa vantagem e vence a etapa, Rui administra e chega em 2º, Tchê obtém grande resultado chegando em 3º seguido de Paulo Brito e Ivair Saurin. O Líder somou 15 pontos para ainda ser o 1º da temporada. A final vai ser de arrepiar.

VX2

Felipe Pick carimbou a MX2 ao vencer de ponta a ponta a bateria no vale do paranhana seguido de Julio Schuk e Maicon Duz. A etapa de Marques de Souza, vai ter a disputa pelo 3º lugar, visto que Simão Dalberto já é vice campeão. Charles da Silva e Wagner Siviero estão no páreo.

Pick venceu a etapa do Vale do Paranhana

230 Pró

A fera Willian Lenz largou na frente para vencer de ponta a ponta seguido do líder Alex Alarcon que andou administrando a posição que lhe dá ainda a vantagem de um ponto no campeonato. Alex chegou em 2º com Cristian Wildner, em 3º. Daniel Fontana somou 16 pontos do 5º lugar.

Willian Lenz venceu de ponta a ponta

Intermediária VX

Júlio Schuck veio para surpreender e surpreendeu, venceu a categoria Intermediária VX desbancando a fera Roberto Rui o 2º, Cristiano Fochesato em 3º, Ivan Piz, o líder em 4º e João Marcos Lira em 5º.

Fochesatto ainda no páreo

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Sílvio Bilhar começou em março de 1995 o jornal O Podium, exclusivo sobre motociclismo, antes disso teve participação durante 3 anos no Jornal Pit Stop (Hoje é Revista). Estudou Relações públicas na FEEVALE em N.Hamburgo, Jornalismo em São Leopoldo e fez diversos curso de aprimoramento, entre eles de Publicidade e Marketing e de Jornalismo Esportivo, cuja aprovação foi com louvor. Ainda hoje é editor e proprietário do Jornal O Podium cujas informações é de ser o único do estilo no Brasil. Assumiu o Mundocross após o falecimento de seu grande amigo Jorge Soares, que chegou a escrever por alguns anos uma coluna no Jornal. Ambos parceiros e colaboradores nos dois veículos. Natural de Montenegro/RS, nasceu em 10 de fevereiro de 1965. Mora a mais de 25 anos em Novo Hamburgo, região da Grande POA no RS.

Desenvolvido por GetFly