Brett Metcalfe de volta a Austrália em 2017

Por Mariah Morgado | Foto por MXN | 13 de janeiro de 2017 - 20:25

Brett Metcalfe vai retornar para casa na Austrália para competir toda a temporada em 2017. Nascido em Mannum, no Sul da Austrália, Metcalfe disputou algumas etapas do Campeonato Australiano de Motocross em 2015 e 2016, enquanto disputava o Canadense de Motocross.

Em um acordo anunciado ontem, Metcalfe assinou contrato com a SD3 Husqvarna para disputar os Campeonatos Australianos de Motocross e Supercross neste ano.

“A decisão foi muito simples para mim e minha família. Eu tive um período breve de tempo com a equipe SD3 em 2015 e 2016 e nós temos um relacionamento de trabalho bem sucedido estabelecido com bons patrocinadores. Nossa campanha de 2016 foi de certa forma um experimento e aprendemos do que um modelo padrão Husqvarna FC450 é capaz. Nós vencemos corridas e tivemos pódios. Eu sei que temos um produto com o qual podemos vencer, uma equipe e companhia de pessoas comprometidas com o trabalho e o mais importante, nós queremos fazer isso de forma divertida e criativa para a equipe. Eu queria fazer parte disso!” Declarou Metcalfe.

Hoje com 32 anos, Brett Metcalfe estreou nos Estados Unidos em 2003 usando uma KTM para competir na Costa Leste das 125SX. Ele passou os próximos 12 anos competindo nos Estados Unidos pilotando para equipes como GEICO Honda, Monster Energy/ Pro Circuit Kawasaki e a equipe de fábrica da Suzuki. Em 2010, ele teve o melhor resultado da carreira com um segundo lugar no geral da categoria 450MX no AMA Motocross. No ano seguinte, ele conquistou sua primeira vitória de geral em Southwick. Em 2013, Metcalfe assinou contrato com a Leading Edge Kawasaki para disputar o Campeonato Canadense de Motocross e venceu o título da MX1 naquele ano. Ele passou a maior parte dos três anos seguintes correndo no Canadá.

Tendo passado a maior parte de sua carreira correndo internacionalmente, Metcalfe disse que levar sua família para experimentar o estilo de vida australiano foi um grande fator determinante.

“Um fator enorme é levar minha família para a temporada para experimentar o que o estilo de vida da Austrália tem para oferecer. Vai ser bom para as crianças visitarem novos lugares e fazerem novos amigos e memórias. Nós temos uma equipe singular com os donos Steve e Dimity McKinnon tendo quatro filhos, eu com dois filhos e agora Luke e Kira somando ao clã com um bebê a caminho para nascer em Março. Então o estilo de vida para nós gira em torno da família e das corridas. Tudo encaixa agora.”

No ano passado a competição foi intensa. Você precisa voltar alguns anos para encontrar aquela profundidade e talento. Foi como o MX australiano precisa ser! 2017 não será diferente. Eu espero os mesmos jogadores e mais alguns novos nomes para serem candidatos as primeiras posições. Eu posso ser o mais velho na pista agora, mas eu aceito isso. Eu quero vencer mais do que nunca e acredito em mim mesmo e na minha equipe.” 

O dono da equipe Steve McKinnon adicionou: “Nós estamos deslumbrados em ter conseguido os serviços de Brett para o próximo ano. Tê-lo de volta no ano passado para uma etapa do Supercross e quatro do Motocross foi simplesmente brilhante, então tê-lo por uma temporada inteira do Australiano de Motocross e Supercross é fantástico para o que eu considero nossa ainda pequena equipe. Nós amamos ter Brett e sua família com a gente, somos uma equipe familiar e Brett se enquadra lindamente nela com a Sheena e as crianças. Garantir seus serviços é um verdadeiro sucesso para nossa equipe e a Husqvarna e acho que teremos um 2017 fantástico.” 

 

 

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Desenvolvido por GetFly