Segunda etapa do Veloterra regional foi Noturno em Encantado

Por Sílvio Bilhar | Fotos por Sílvio Bilhar | 14 de Maio de 2017 - 7:18

O Regional Centro/Serra de Veloterra desembarcou no início de abril para realizar sua 2ª etapa em corridas noturnas. O município mãe do campeonato, Encantado recepcionou mais de 150 pilotos no Parque da Suinofest para a disputa de 18 baterias. Veja como foram os principais pegas.

Dioy da Costa em grande performance

Os duelos começaram quentes com a categoria VX1 Força Livre, a mais forte do campeonato. Felipe Pick determinou o ritmo da prova, largando na ponta e vencendo com certa facilidade. Alan Brenner tomou o lugar de Roberto Rui no começo da prova e chegou em 2º com Leonardo Turatti, piloto da casa em 3º.

Pick venceu a VX1 e VX2 em corridas noturnas

Na Serrana Nacional, Leandro Fole largou na ponta, mas Jonas da Costa pressionou e fez a ultrapassagem para levar os 25 pontos para Ciríaco. Leandro ficou em 2º e Jonatas Giacomelli o 3º.

Na 55 cc deu o piloto de Montenegro Augusto Wenning de ponta a ponta seguido de Vitor Weizemann e João Lazarin. Representando a ala feminina, Nicole Silva subiu em 4ª lugar no pódio.

Augusto levou a melhor na 55cc

Na Estreantes Importada teve a surpresa de Felipe Guaragni largando em 1º, mas não resistiu o ritmo forte da prova perdendo o foco mais tarde. Quem veio com tudo foi Júnior Pick que fez a ultrapassagem e venceu a etapa. Leonardo Turatti foi o 2º e Felipe Dessoy o 3º.

Felipe largou na ponta da categoria

Na Novatos Nacional foi a vez de Carlos Lorenzzini largar em 2º, buscar a liderança para vencer deixando Gustavo Campos em 2º e Antônio Carlos Paula em 3º.

A nova categoria, a Feminina teve boa adesão e já na 2ª etapa as meninas mostraram o charme e a garra na pista. Angélica Laimer largou bem e não deu chances ao azar vencendo de ponta a ponta. Segurou Marina Zauna no começo, ela que terminou em 5º e posteriormente teve dificuldades em segurar a fera Doris Schneider que chegou em 2º. Tais Betanin continua líder ao chegar em 3º na etapa.

Angélica venceu de ponta a ponta

Na Intermediária Importada, Eduardo Dessoy largou na frente e assim ficou até a quadriculada. Jeferson Macagnan foi 2º com Ândrios Capitani subindo em 3º lugar na etapa que ocorreu em sua casa, Encantado.

Lorenzinni venceu a Novatos Nacional

Pela Nacional 4 tempos, Alex Alarcon teve trabalho para segurar Diego Lazari que pressionou no começo da prova, mas acabou em 3º após ser ultrapassado por Gustavo Freitas que veio de trás. Nessa bateria, um lance legal foi a competição de pai e filho, Alex e Márcio Alarcon na mesma bateria. Márcio chegou em 6º.

Alex venceu a etapa

A Promocional até 200 Leonardo Board, levantou a torcida ao largar na ponta, mas foi ultrapassado pelo líder da categoria Luis Henrique da Liva que venceu novamente e soma 5º pontos. Board chegou em 2º com João Pedro da Silva em 3º.

Diego Lazzari 3º na 4 tempos

Por sua vez a Nacional 230 Estreantes teve a vitória incontestável do líder Marco Weizemann que agora soma 50 pontos no campeonato. Guilherme dos Santos chegou em 2º, recuperando-se no campeonato após uma primeira etapa que não o agradou, Gustavo Campos ficou em 3º.

Guilherme foi 2º na 230

A molecada da 65 cc veio com tudo e Guilherme Bregolin, que anda mais no Motocross, venceu a para deixando a fera Bruno Severo em 2º lugar, ele que agora é o atual líder da competição. Tiago Santin chegou em 3º na etapa.

A Serrana Importada, teve o duelo incansável de Leandro Fole, João Marcos Lira, que foi mal na primeira etapa e Roberto Rui. João foi ao ataque assumiu a liderança no começo de prova e venceu sua 1ª corrida da noite. Fole se manteve em 2º com Juliano Mercalli em 3º após fazer recuperação de prova.

Fole andou bem e chegou em 2º

 Na Nacional 230 Pró, Aléx Alarcon largou na frente com Jonilson Stevan, e Antônio Carlos Paula no mesmo pelotão. Na 5ª volta, quebra a moto de Alex que abandona. Jonilson venceu a etapa seguido de Gustavo Freitas e Antônio Carlos.

Na VX3 Importada, foi a vez de João Marcos Lira vencer novamente em prova noturna. Venceu novamente deixando Vagner Zanatta em 2º e a fera Roberto Rui em 3º. Agora João é o novo líder.

Lira 1º na VX3 Importada

Pela Júnior, que teve um bom gride com 11 pilotos disputando, não teve pra ninguém pois o líder João Pedro Roncatto venceu sem muitos problemas e agora soma 50 pontos. Guilherme Bregolin ficou em 2º e João Pedro da Silva em 3º.

A VX2 foi a bateria da 2ª vitória de Felipe Pick que se isola na liderança. Rogério Casagrande chegou em 2º a frente de Eduardo Dessoy, o vice- líder.

Márcio Alarcon largou na frente da VX3 Nacional com Jonas Leidens em 2º. Alarcon venceu de ponta a ponta, mas Jonas não resistiu os ataques de Luciano De Conto, o 2º na prova.

Márcio, campeão Gaúcho venceu a VX3 Nacional

A última bateria da noite foi a Nacional Força Livre em que o duelo de Alex Alarcon e Dioy da Costa foi a sensação doas voltas iniciais. Com Márcio na frente até abandonar com problemas na moto. Dioy se manteve na prova para vencer no campeonato. Jonilson da Costa foi 2º e Jonatas Giacomelli o 3º.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Sílvio Bilhar começou em março de 1995 o jornal O Podium, exclusivo sobre motociclismo, antes disso teve participação durante 3 anos no Jornal Pit Stop (Hoje é Revista). Estudou Relações públicas na FEEVALE em N.Hamburgo, Jornalismo em São Leopoldo e fez diversos curso de aprimoramento, entre eles de Publicidade e Marketing e de Jornalismo Esportivo, cuja aprovação foi com louvor. Ainda hoje é editor e proprietário do Jornal O Podium cujas informações é de ser o único do estilo no Brasil. Assumiu o Mundocross após o falecimento de seu grande amigo Jorge Soares, que chegou a escrever por alguns anos uma coluna no Jornal. Ambos parceiros e colaboradores nos dois veículos. Natural de Montenegro/RS, nasceu em 10 de fevereiro de 1965. Mora a mais de 25 anos em Novo Hamburgo, região da Grande POA no RS.

Desenvolvido por GetFly