Gaúcho de Motocross retornou à Serafina Correa após 30 anos

Por Sílvio Bilhar | Fotos por Sílvio Bilhar | 08 de setembro de 2017 - 20:32

Serafina Correa recebeu a 3ª etapa do Campeonato Gaúcho de Motocross. Os duelos que ocorreram nos dias 26 e 27 de agosto serviram para inaugurar a nova pista dentro do Camping Carrero, conhecido ponto turístico da região. A FGM e o moto Clube AMASC prepararam uma grande festa para o evento, afinal de contas faziam 30 anos que o município não sediava uma etapa de Motocross. No ato de abertura homenagens a autoridades, mas em especial ao ex-piloto Zé. Piloto da casa que fez sua história na antiga pista.

Duelos do começo ao fim na inauguração da pista da AMASC

Os duelos foram intensos e começaram já no sábado com 3 categorias definindo os vencedores da etapa. Veja como foi.

Camargo e João Vitor venceram na 55 cc

Na 55cc,Eduardo Camargo largou como uma bala e assumiu a liderança logo na primeira curva. Em 2º lugar vinha João Vitor Bertuoli em 2º com Guilherme Chagas Moraes e Mateus Mattes em 4º lugar na disputa das duas classes. Eduardo abriu grande vantagem e venceu a classe A de ponta a ponta seguido de Mateus Mattes. Já na classe B, João Vitor foi 1º e Guilherme Chagas o 2º.

Eduardo Camargo #2 e João Vitor #39 os vencedores da 55cc

Tardim: Venceu mas não somou pontos. Grilo Comemora

Dos mais novos para os mais experientes, a MX4 e MX5 vieram pra pista logo em seguida. O hole Shote foi  conquistado pelo piloto carioca Valter Tardim que venceu de ponta a ponta, mas não levou a pontuação visto que é filiado a outra federação. Com isso Everton da Silva na MX4 e Marcelo Perotti na MX5 levaram os pontos de 1º lugar. Veja como foi. Na largada a curva um tinha Valter, Rossandro Mano Sabbi, Sergio Fernandes, Everton da Silva, Rodrigo Gonçalves e Fabiano Ribeiro completando o pelotão principal. Na volta seguinte já aparecia Everton em 2º lugar com Mano, Fabiano e Marcelo Perotti. Eduardo Timm Bala que vez volta rápida já encostava no pelotão principal para buscar posição no pódio. Um tombo nas voltas iniciais mudou um pouco a história da prova que teve muitas alternativas e trocas de posições. Pela MX4 o pódio foi composto por Valter Tardim, Everton Grilo da Silva, Fabiano Ribeiro,Marcelo Perotti, Gildo Massoco e Eduardo Timm Balla. Os 25 pontos foram para Everton Grilo. Já a MX5 Marcelo Perotti, Gildo Massocco, Eduardo Timm, o novo líder da competição, Ademir Dallacqua e Ânderson Raimondi.

Timm Balla #69 agora é líder na MX5

Cássio supera Nícolas na 230

O domingo já começou quente com a Nacional 230cc e campeão brasileiro da pista. Quem largou na ponta foi a fera de SC credenciado no RS, Cássio Anacleto que duelou do início ao fim com Nícolas Oliveira, tendo mais atrás Fabiano dos Santos que tem um título brasileiro em seu cartel. Cássio venceu as duas baterias da modalidade acompanhado de Nícolas sempre em seu encalço  por vez chegando a ultrapassá-lo. Fabiano, Rodrigo Mallmann e Danny Oliveira completaram o pódio. Resultados iguais nas duas provas da categoria.

Fabiano e Cássio na 230 pró

Tatu volta a vencer a MX2

Na MX2 Mateus Tatu Basso largou na frente puxando o pelotão com Leonardo Lizott, Henrique Araújo, Rodrigo Galiotto e Maurício Perozin na volta inicial. Lizott ataca por toda corrida não dando descanso ao líder de prova que segura bem, fecha a porta várias vezes para vencer em Serafina Correa. Outro duelo interessante foi entre Galiotto que se manteve na 4ª colocação ao superar Lucas Basso, o 5º ainda nas voltas iniciais. Tatu,Lizott,Araújo,Galiotto e Lucas formaram o pódio. Outros destaques da prova foram o piloto da casa, Fábio Troian que chegou na 7ª colocação e Guilherme Tebaldi o 11º colocado.

Tatu levou a melhor na MX2

Bresolin venceu a 65cc

 O piloto da Parobé Guilherme Bresolin, que a tempo vem fazendo boas corridas, fechou a 1ª volta na frente da categoria 65cc. Aos poucos foi se mantendo longe dos adversários mais perigosos até receber a quadriculada em Serafina Correa. Rafael Becker veio em 2º com Henrique Hênicka em 3º. Ainda tivemos Garmichel Giehl e Pietro Pirolli completando o pódio.

Bresolin andou redondinho e venceu a 1ª na 65cc

Chico Louco levou a MX3

O piloto carioca Valter Tardim largou novamente na frente, agora com Vanderlei Chico Loco da Silvaem 2º e Everton Grilo da Silva na mesma tocada. Fabiano Ribeiro não deixou por menos e chegou em 4º na curva inicial. A volta inicial manteve os mesmos personagens com Maiara Basso e Luciano Bosco chegando junto ao pelotão principal. O duelo era intenso e na metade da prova, Chico Louco cola de vez em  Tardim e a cada volta chegava no lado e ameaçava o líder.  A diferença que chegou a ser de 20 segundos despenca para 3 segundos. Chico louco arrisca como sempre e nas voltas finais assume a liderança para vencer a 3ª etapa do gaúcho de MotoCross. Tardim, Everton Grilo,Maiara e Eduardo Treviso completando o pódio.

Chico Louco arriscou e venceu a MX3

Bruno continua 100% no gaúcho de mx

Na Júnior novamente Bruno Schimitz e Pedro Magero disputam os primeiros metros até a curva um.  Bruno manteve a escrita e venceu sua 4ª etapa seguida. Magero ficou em 2º com Henrique Henicka em 3º, Gustavo Feltrin em 4º e Lucca Butolli em 5º lugar.

Feltrin andou em casa e chegou na 4ª colocação

MX pró foi para Gentil

Leonardo Poty Limberger largou na ponta dividindo a curva um com Vanderlei da Silva e Mateus Tatu Basso, de Gentil um pouco mais atrás. Poty se mantém na ponta por 3 voltas, quando Mateus imprime um ritmo forte põe no lado para buscar a ultrapassagem . Poty se manteve em 2º do início ao fim, e segurou Leonardo Lizott a partir da 4ª volta, quando ultrapassou Vanderlei. Buscando pontos no campeonato, Henrique Araújo chega em 4º lugar com Cássio Anacleto que andou na bateria com moto de motor dois tempos.

Poty largou na ponta e chegou em 2º na MX Pró

 

Sebben venceu a Intermediária MX2. A primeira vitória no gaúcho após a volta

Após uma breve passagem pela motovelocidade, Leonardo Sebben retorna ao Motocross. Algumas etapas menos expressivas e Sebben volta a vencer no off Road. Sebben largou  bem e ao completar a 1ª volta já estava na liderança em 2º lugar Leonardo Menegat, O Bibit com Maurício Perozin, Maiara Basso e Pedro Magero no pelotão de frente. Sebben venceu de ponta a ponta e Bruno Schimitz em prova de grande recuperação chegou em 2º com Magero em seguida. No pódio ainda tivemos Maurício e Bibit.

Leonardo Sebben teve 1ª vitória após sua volta ao off road

Intermediária MX1: Galiotto mantém 100%

O piloto de Flores da Cunha vencedor das 3 etapas anteriores, largou na ponta e não deu chances ao azar, tratou logo de abrir vantagem sobre o 2º colocado Luan Dalmas, piloto da casa. Com 5 minutos de prova, Luan cai e perde a posição. Com isso,Renan Coldebella assume a vice liderança. Rodrigo venceu a 3ª prova seguida, seguido de Renan, Luan, Vanderlei da Silva e Kevin Polentinha da Silva. Próxima etapa em Vacaria nos dias 9 e 10 de setembro.

Locutor Márcio entrevista Galiotto, 100% no Gaúcho de MX

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Sílvio Bilhar começou em março de 1995 o jornal O Podium, exclusivo sobre motociclismo, antes disso teve participação durante 3 anos no Jornal Pit Stop (Hoje é Revista). Estudou Relações públicas na FEEVALE em N.Hamburgo, Jornalismo em São Leopoldo e fez diversos curso de aprimoramento, entre eles de Publicidade e Marketing e de Jornalismo Esportivo, cuja aprovação foi com louvor. Ainda hoje é editor e proprietário do Jornal O Podium cujas informações é de ser o único do estilo no Brasil. Assumiu o Mundocross após o falecimento de seu grande amigo Jorge Soares, que chegou a escrever por alguns anos uma coluna no Jornal. Ambos parceiros e colaboradores nos dois veículos. Natural de Montenegro/RS, nasceu em 10 de fevereiro de 1965. Mora a mais de 25 anos em Novo Hamburgo, região da Grande POA no RS.

Desenvolvido por GetFly