Hunter Lawrence na GEICO Honda para três temporadas a partir de 2019

Por Mariah Morgado | 02 de outubro de 2017 - 21:13

Os rumores de que Hunter Lawrence iria para os Estados Unidos foram confirmados hoje pela Honda. O jovem sensação australiano assinou contrato com a GEICO Honda e vai correr o AMA Supercross e Motocross  a partir de 2019. Ele vai continuar na categoria MX2 do Mundial de Motocross em 2018, mas vai mudar para a equipe Honda 114 Motorsports, que tem como dono Giacomo Gariboldi. Lawrence correu pela equipe Suzuki de Stefan Everts em 2017, mas os rumores são de que a equipe está fechando.

Os rumores de que Lawrence estaria de malas prontas para os EUA começaram no  Motocross das Nações em Matterley Basin, no último final de semana, e a contratação não foi surpresa. A maior surpresa dos detalhes da contratação foi a dimensão do contrato. O acordo de Lawrence com a GEICO Honda é para três temporadas: 2019, 2020 e 2021, o que significa que ele está preso na Honda pelos próximo quatro anos.

“Me juntar a GEICO Honda e sua lista de ex e atuais pilotos é uma honra. Minha família abriu mão de muita coisa para me trazer até aqui, por isso a decisão de assinar com a GEICO foi uma grande para nós. Eles pareciam da família desde o momento que começamos a conversar e estão me apoiando no ano que vem com a 114 Motorsports Honda para conquistar um título mundial. Ai então em 2019 eu mudarei completamente para os EUA.”

Lawrence terminou sua temporada novata na MX2 em 9º lugar, mas cimentou seu lugar entre as melhores promessas no final da temporada, com um pódio no MXGP dos EUA e uma vitória de bateria na final na França. Ele também foi brilhante no Motocross das Nações no último final de semana, vencendo a MX2 e superando Zach Osborne.

O chefe de equipe da GEICO Honda, Dan Betley, disse que as negociações com Lawrence começaram antes do USGP.

“Nós estamos conversando com Hunter e sua família já faz um tempo, muito antes de seu desempenho forte no MXGP na Flórida. Seu talento é óbvio e na segunda metade de sua temporada de novato na MX2, você podia vê-lo realmente abrindo suas asas e começando a voar para frente. Hunter e sua família expressaram o desejo de permanecer no Mundial por mais uma temporada com o objetivo de vencer o Campeonato Mundial, seguindo os passos de outros australianos como Chad Reed, que passou um tempo vencendo corridas e brigando por um título no Grand Prix antes de mudar pra cá. Nós assistimos Hunter correr e sentimentos que ele estará mais que pronto quando ele vier pra ca´em 2019 e embora ainda não tenhamos o visto no supercross, nós acreditamos que ele tem talento e habilidades para ser bem sucedido aqui também e com esse acordo, também terá bastante tempo para se preparar.” 

No acordo, a GEICO Honda anunciou que vai dar apoio técnico para a equipe 114 Motorsports Honda de Gariboldi, que é a primeira colaboração entre a GEICO americana e uma equipe do Mundial. Gariboldi é bem reconhecido entre os círculos de GP, já  que Tim Gajser correu por ele durante sua campanha para conquistar o título mundial da MX2 em 2015, e Gariboldi tem laços profundos dentro da equipe Honda HRC MXGP das 450cc, atual equipe de Gajser. A nova equipe 114 Motorsports será gerenciada pela campeã mundial WMX agora aposentada, Livia Lancelot.

 

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Desenvolvido por GetFly