Villopoto contra Reed no Red Bull Straight Rhythm com 2T

Por Mariah Morgado | Foto por Simon Cudby | 05 de outubro de 2017 - 21:27

O Red Bull Straight Rhythm retorna ao Fairplex em Pomona no dia 21 de Outubro e dessa vez terá uma nova categoria e alguns rostos novos. Em seu quarto ano, o evento vai continuar com o formato do ano passado com treino, classificatória e baterias oficiais acontecendo todas em um mesmo dia, com as finais acontecendo durante a noite e sob os holofotes. O Red Bull Straight Rhythm ficou conhecido como um evento que quebra o formato de Supercross/Motocross com corridas mano a mano, sem curvas e várias categorias que não são encontradas em nenhum outro lugar. Os ingressos ainda estão disponíveis no site da Redbull e o evento será exibido ao vivo na Red Bull TV.

Como previamente anunciado, Ken Roczen será o anfitrião (mas não correrá) o Two-Stroke Shootout (Desafio 2 tempos), uma categoria de oito pilotos e apenas com 2 tempos. Os pilotos confirmados na categoria incluem o tricampeão de Supercross e Motocross, Ryan Villopoto, e o bicampeão de SX e MX, Chad Reed. Esta marcará a primeira corrida norte americana para Villopoto desde a sua aposentadoria em Julho de 2015, e a primeira vez que ele usa uma 2 tempos em uma competição. Reed não corre com uma 2 tempos há 12 anos, desde a temporada 2005 do AMA Supercross. Outros pilotos na categoria 2 tempos serão o piloto de MX/Endurocross, Mike Brown, o favorito dos fãs, Ronnie Mac, e o ex piloto de SX/MX e atual piloto de GNCC, Ryan Sipes. 

Além disso, o evento terá novamente a categoria Lites (de motos até 250cc) e a Open (acima de 250cc) e neste ano essas categorias terão oito pilotos. Na categoria Open, os pilotos que foram anunciados hoje são o campeão 2016 do Red Bull Straight Rhythm, Marvin Musquin, o novo piloto da Red Bull KTM, Broc Tickle, o piloto que está saindo da aposentadoria, Josh Hansen, e o campeão 2016 do AMA Endurocross, Colton Haaker. A Lites terá o campeão 2016 do Red Bull Straight Rhythm na lites, Shane McElrath, o terceiro colocado de 2016, Jordon Smith, Alex Martin e Josh Hill. Josh Hill mais uma vez usará a moto elétrica da Alta Motors Redshift MX, que desde que ele ficou em quarto no ano passado recebeu melhorias no chassi, redução de peso e afinação de suspensas. O restante dos pilotos para as três categorias serão anunciados em breve. 

Uma evolução do esporte do Supercross, o Red Bull Straight Rhythm tem corridas mano a mano em uma pista de ritmo de 1,5 milhas sem curvas. O Red Bull Straight Rhythm estreou em 2014 no Auto Club Raceway no Fairplex em Pomona, e teve James Stewart vencendo na Open e com Marvin Musquin vencendo a Lites. Em 2015, Stewart defendeu seu título e venceu mais uma vez na Open, com seu irmão Malcolm vencendo a Lites. No ano passado, Musquin voltou ao evento e dominou a Open, com Shane McElrath vencendo a Lites. O Red Bull Straight Rhythm acontece como parte do campeonato assinado pela Red Bull, uma coleção dos eventos mais progressivos e inovadores dos esportes de ação. 

O ingresso de um dia dá acesso aos treinos, classificatórias e finais. Com mais de 10,000 assentos na arquibancada, mais o espaço interno, os espectadores terão uma experiência única enquanto assistem as aceleradas até a linha de chegada. Para aqueles que precisam de um intervalo da ação, os espectadores também terão acesso aos pits, várias concessões e eventos paralelos ao longo do dia, oferecendo algo para toda a família. Os ingressos podem ser comprados no site redbull.com/straightrhythm.

Outras maneiras de assistir o Red Bull Straight Rhythm

Para aqueles que não puderem comparecer ao evento, o Straight Rhythm será exibido como parte dos campeonatos Red Bull, ao vivo no dia 21 de Outubro na Red Bull TV e como um programa de 90 minutos de melhores momentos no dia 30 de Dezembro na NBC.

Ainda não sabemos se será exibido na tv a cabo brasileira.

 

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Desenvolvido por GetFly