Fagundes Varela fechou com “Chave de ouro” o Gaúcho de Motocross 2017

Por Sílvio Bilhar | Fotos por Sílvio Bilhar | 24 de outubro de 2017 - 22:08

Uma das etapas mais disputadas, senão a mais competitiva da temporada foi exatamente a etapa final ocorrida nesse final de semana 21 e 22 de outubro em Fagundes Varela. Denominada Taça Foco Racing de Motocross, nome alusivo a um dos patrocinadores da FGM em 2017, a etapa trouxe também a convite, pilotos do circuito brasileiro tais como Fabio Santos, o Fabinho, Marcelo Lima, O Ratinho e Eduardo Lima entre outros que se misturaram com pilotos gaúchos e catarinenses que participaram da etapa promovida pelo Moto Clube Fim da Picada.

Irmãos Lima duelaram na etapa final do Gaúcho 2017. Dudu#2 venceu a MXPró

O tempo chuvoso da sexta a noite deixou a pista pesada e no sábado apesar do sol não aparecer com intensidade, apenas uma garoa não foi suficiente para tirar o brilho da prova das categorias MX4 e MX5.

Equipe da Foco Racing comemoram com os convidados da etapa

Fabiano Ribeiro é campeão gaúcho 2017 na MX4

Na MX4, Everton da Silva pulou na ponta na metade da 1ª volta e venceu a etapa para ficar com o vice-campeonato, já Fabiano Ribeiro levou a taça maior de campeão ao administrar a prova, chegar em 2º na etapa e assim almejar o feito conquistado. Na corrida Elizeu Glanert foi 3º após fazer o hole shote. Com Heliar Shuch e Valter Tardin em 5º. Everton  que lutou até a etapa final, foi vice campeão gaúcho.

Fabiano Ribeiro #75 é campeão da MX4

Após 15 anos Kiko é campeão gaúcho de motocross na MX5

Na MX5, o vencedor da etapa ficou com o convidado Elizeu Glanert, O Zeus mas o título ficou com Heliar Kiko Schuch que voltou as pistas em 2017 após 15 anos parado. Kiko caiu no começo da etapa e quase colocou o título fora, mas recuperou, chegou em 2º e é campeão gaúcho 2017. O vice – campeonato foi para Eduardo Timm Bergmann, 4º na etapa. No pódio ainda subiram Roberto Todeschini em 3º e Guilherme Benatto em 5º.

Kiko (e) foi campeão na MX5 após retorno às pistas junto com Grilo vencedor em Fagundes Varela

No domingo pela manhã o tempo fechado e com chuva fraca permitiu apenas os treinos e as corridas passaram para a parte da tarde pois no final da manhã o tempo havia mudado e o sol de mais de 30 graus apareceu com tudo e praticamente secando a pista já nas primeiras baterias.

Prefeita Cláudia, representantes da Foco e do Moto Clube Fim da Picada recebendo homenagens na etapa

Sebben é campeão gaúcho de motocross na intermediária MX2 em sua volta às pistas

Após manutenções a pista ficou perfeita e a categoria Intermediária MX2 entrou na pista com Mauara Basso fazendo o hole shote, mas Leonardo Sebben largando na frente na volta um. Maiara Basso que também lutava pelo título, não se deu bem, errou no começo e mais tarde custou a atacar Cristian Khel que fazia uma corrida segura. Maiara em 5º lugar não ultrapassou o piloto de Sapiranga e com a vitória, Sebben ficou campeão gaúcho na categoria e Maiara foi vice campeã.

Sebben é campeão da Intermediária MX2

Henicka é campeão gaúcho 2017 na 65cc

Na 65cc Guilherme Bresolin voltou a vencer uma etapa e na 2ª posição, Henrique Henicka não arriscava e mantinha a posição que o levaria a mais um título na categoria, o bicampeonato. Garmichel Giehl foi 3º na etapa, seguido de Kauê Benatto e Pietro Pirolli subindo ao pódio. Bresolin com a vitória ficou vice – campeão gaúcho.

Henicka é Bi Campeão da 65cc

Lizott conquista o título de campeão gaúcho da MX2 em Fagundes Varela

Pela MX2, Leonardo Lizott fez o hole shote, mas perdeu a liderança ainda nas voltas iniciais para Mateus Basso, mas Fábio Santos (Convidado) veio de trás e assume a ponta da disputa para vencer a prova. Lizot trocou novamente de posição com Mateus e com isso sagrou-se campeão ao somar os 25 pontos na etapa, pois Fábio não soma pontos. Henrique Araújo foi 4º na etapa e ficou vice- campeão gaúcho com Rodrigo Galiotto o 5º no pódio.

Lizott comemora com a família o título da MX2

Maiara Basso é a primeira mulher a ser campeã gaúcha na MX3

Já a MX3 a disputa de título na pista estava entre Everton Grilo da Silva e Maiara Basso. Everton andava em 2º atrás de Vanderlei da Silva, O Chico Loco que não pontua no RS. E Maiara em 3º ainda segurava os ataques de Cristian Khel, o 4º colocado. Foi uma prova tensa, mas Maiara segurou a posição que lhe valeu o título de campeão da MX3 2017. Everton da Silva, O Grilo ficou com o vice. Roberto Todeschini foi o 5º na etapa.

A campeã Maiara: Uma mulher no topo da MX3

Com 100% de aproveitamento Bruno é campeão gaúcho na Júnior

Por sua vez na categoria Júnior o piloto da equipe Dunas racing, Bruno Schimitz largou na ponta para vencer sua 5ª etapa e carimbar com maestria o título de bi campeão gaúcho. Pedro Magero foi 2º ficando com o vice – campeonato. Henrique Henicka, Guilherme Bresolin e Lucca Botoli chegaram em seguida.

Com 100% Bruno Schimitz é Bi campeão da Júnior

Cássio vence a 5ª etapa e conquista o título da 230cc na temporada

Cássio Anacleto largou em 2º na 230cc, mas logo ultrapassou Danny Oliveira, o ponteiro. Cássio venceu mais uma e completou o campeonato com 100%. Danny chegou em 2º na etapa e abocanhou o vice – campeonato, Leandro Fole foi 3º na tapa com Abimael Silveira e Gabriel Gusberti completando o pódio.

Cássio vibra com o título da 230cc

Mateus “Tatu” Basso sagrou-se campeão gaúcho na MX Pró 2017

Finalizando as disputas entrou na pista a MX Pró junto com a Intermediária MX1. Com Mateus Basso, O Tatu largando na ponta seguido dos convidados Marcelo Lima, Eduardo Lima, O Dudu e Leonardo Lizott. Dudu Lima vai ao ataque e logo assume a ponta, na mesma tocada vem Marcelo e Fábio Santos. Dudu não erra e se mantém confortado na liderança para vencer em Fagundes Varella. Fábio Santos chegou em 2º com Marcelo em 3º, ambos não somam pontos. Então Mateus Basso, o 4º colocado na etapa somou os 25 pontos e é campeão gaúcho da MX pró 2017. O pódio foi composto ainda por Lucas Basso em 5º. Leonardo Poti Limberger que não se adaptou na corrida, ficou em 7ª e ficou vice-campeão.

Tatu sagrou-se campeão da MX Pró

Galiotto é campeão gaúcho na Intermediária MX1

Pela intermediária MX1, Rodrigo Galiotto venceu a prova com tranquilidade e sagrou-se campeão gaúcho 2017. Luan Dalmas foi 2º  e ficou com o vice campeonato. Na etapa foram seguidos de Vanderlei da Silva, Roberto Todeschini e Marco Marca completando o pódio.

Galiotto levou o título da Intermediária MX1

Patrocinadores do Campeonato 2017: Borilli Racing, Biker Acessórios, Foco Racing, IMS Race Wear, Works Suspension, Mundocross, Mx Moto Graphics, Jornal O Podium, Revista Potência Máxima, GDez Comunicação Visual, Tardin Confecções.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Sílvio Bilhar começou em março de 1995 o jornal O Podium, exclusivo sobre motociclismo, antes disso teve participação durante 3 anos no Jornal Pit Stop (Hoje é Revista). Estudou Relações públicas na FEEVALE em N.Hamburgo, Jornalismo em São Leopoldo e fez diversos curso de aprimoramento, entre eles de Publicidade e Marketing e de Jornalismo Esportivo, cuja aprovação foi com louvor. Ainda hoje é editor e proprietário do Jornal O Podium cujas informações é de ser o único do estilo no Brasil. Assumiu o Mundocross após o falecimento de seu grande amigo Jorge Soares, que chegou a escrever por alguns anos uma coluna no Jornal. Ambos parceiros e colaboradores nos dois veículos. Natural de Montenegro/RS, nasceu em 10 de fevereiro de 1965. Mora a mais de 25 anos em Novo Hamburgo, região da Grande POA no RS.

Desenvolvido por GetFly