Mudanças no AMA Supercross em 2018

Por Mariah Morgado | Foto por Transworld Motocross | 26 de outubro de 2017 - 16:58

Calendário definido (clique aqui), silly season quase completo, pré temporada iniciada nos Estados Unidos, quem não está ansioso para a temporada 2018 do AMA Supercross? E para deixar o nível de ansiedade bem alto, a organização ainda liberou algumas novidades: Tampa, na Flórida, volta ao calendário pela primeira vez desde 1999 no recém reformado Raymond James Stadium, Foxborough e Houston também retornam ao calendário e algumas mudanças no formato, nas categorias, na pontuação… Vamos conferir?

Serão dois formatos diferentes na próxima temporada;

1. 14 etapas terão o formato “tradicional”;

2. As baterias Semi das 450cc foram eliminadas do formato tradicional, deixando apenas as classificatórias, um LCQ e os main events;

3. As classificatórias e os LCQs serão mais longas nas duas categorias, mantendo o mesmo tempo de corrida, mas deixando o formato mais simplificado para os novos e fãs casuais.

4. Três eventos (Anaheim 2, Atlanta e Minneapolis) terão um formato de Triple Crown (Coroa Tripla), formato similar ao que vemos no Monster Energy Cup: 22 pilotos serão classificados durante o dia em ambas as categorias. A cronometragem ainda está sendo definida, mas na categoria 250cc serão aproximadamente 6 minutos + 1 volta para o primeiro main, 10 minutos + 1 volta para o segundo, e 12 minutos + 1 volta para o último main. Na categoria 450cc, o tamanho do main event será de aproximadamente 8 minutos + 1 volta, 12 minutos + 1 volta, e 15 minutos + 1 volta. Os overalls serão determinados pela pontuação Olímpica. Um ponto para o primeiro, dois para o segundo, etc…, e pontos serão distribuídos para os overalls, não para os main events individuais;

5. Também haverá um novo sistema de pontuação: Ao invés de começar com 25 pontos e a partir daí ir diminuindo, agora começará com 26 pontos. A nova estrutura vai premiar os pilotos no pódio, dando a eles maior vantagem de pontos, mas também apertando as coisas em outros lugares. O novo esquema de pontos também dá mais pontos aos 20º e 21º lugares, que costumavam a receber apenas 1 ponto cada um. Veja o esquema na tabela abaixo:

Position 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. 11. 12. 13. 14. 15. 16. 17. 18. 19. 20. 21. 22.
Old Points 25 (+3) 22 (+2) 20 (+2) 18 (+2) 16 15 14 13 12 11 10 9 8 7 6 5 4 3 2 1 1 1
New Points 26 (+3) 23 (+2) 21 (+2) 19 18 17 16 15 14 13 12 11 10 9 8 7 6 5 4 3 2 1

Legenda: Position = Posição / Old Point = Pontuação antiga / New Points = Pontuação nova

6. Durante a temporada haverá dois East/West Showdowns (Leste vs Oeste) na categoria 250cc: em Indianápolis e em Las Vegas. Os pilotos vão correr juntos e a pontuação vai para os devidos lugares.

7. Corridas amadoras acontecerão em quatro eventos, com a intenção de fazer mais nos próximos anos, em Anaheim 2, Glendale, Tampa e Atlanta. As pistas serão mais tranquilas, mas manterão o máximo de experiência intacta, com o mesmo gate de largada, linha de chegada, estrutura, etc…

8. E como bônus, os pilotos que estiverem tentando entrar no AMA SX poderão ter uma porção de sua pontuação no Road To Supercross em uma categoria especial em cada um desses eventos. O plano é para que eles tenham pelo menos uma corrida também que vale pelo Arenacross.
E ai? O que acharam dessas mudanças?

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Desenvolvido por GetFly