Retrospectiva: A grande final do veloterra foi em Montenegro na pista do MAC

Por Sílvio Bilhar | Fotos por Sílvio Bilhar | 03 de fevereiro de 2018 - 12:28

O campeonato regional de veloterra que teve na reta final do ano de 2017 uma sequência de 4 provas incluindo uma noturna e que definiram os campeonatos em todas as categorias. Lembre a prova final e quem foram os campeões e vices.

Absoluto Wenning é campeão na 55cc

Em duelo final da categoria o piloto de Montenegro Augusto Wenning  apenas confirmou com vitória o título da 55 ao superar João Lazarin e Victor Weizenmann . Augusto é campeão com Weizenmann o vice da temporada.

Santin leva a 65cc

 As vitórias em Guaporé e Relvado garantiram a Thiago Santin o título antecipado da 65cc. Em Montenegro não precisou correr e com isso Henrique Henicka vence a etapa com Alex Seco em em 2º e Gabriel Bilhar em 3º e assim conquistou o vice – campeonato do regional.

Dora é campeã na Feminina

Ao vencer as 4 etapas finais, Dora Schneider andou tranquila na pista arenosa do MAC e sagrou-se campeão 2017. Isabel dos Santos levou para Arroio do Meio o vice – campeonato ao chegar em 2º na etapa final. Monique da Silva representando o município foi 3º na corrida.

A Promocional foi para Luis Henrique da Silva

O piloto da Montenegro João Pedro Pedra da Silva largou na frente e Duelou com Luis Henrique que aproveita o erro de João na 3ª volta para vencer em Montenegro e sagrar-se campeão da categoria. Rodrigo Rhoden chegou em 2º e Leonardo Board o 3º e ficou com o vice.

Márcio Alarcon é o campeão da VX3 Nacional

Jocemar  Magni e Márcio Alarcon dividem a curva um, Márcio erra a cai para o fim do pelotão. Mais tarde a moto de Jocemar quebra e Carlos Lorenzini que vinha em 3º assume a ponta. Márcio faz prova de recuperação e chega em Lorenzini nas 3 voltas finais. O duelo foi enorme, mas Lorenzini vence a etapa com Márcio em 2º, o campeão da categoria. Lorenzini foi vice.

Campos leva o título da Estreantes Nacional

O duelo entre Carlos Lorenzini e Gustavo campos terminou com a vitória de Campos que se sagrou campeão da temporada passada da Estreantes. Lorenzini chegou em 2º e ficou com o vice- campeão.

Alex “Caixa D’Agua“  Alarcon venceu e confirma em casa o título Nacional Força Livre

Com o apoio da torcida local, Alex Alarcon venceu a Nacional Força Livre e confirmou a boa fase com o título da categoria. Jonilson da Silva foi 2º na prova com Henrique dos Santos em 3º. Dioy da Costa que não compareceu ficou com o vice-campeonato.

Segundo título de Alex Alarcon foi na 4 tempos

A largada em grande estilo teve Alex fazendo o hole shote seguido de Ânderson Loeblen, Márcio Alarcon e Leonázio Scherer com Felipe Flores no pelotão inicial. Alex venceu de ponta a ponta, Márcio buscou recuperação e chegou em 2º lugar. O vice – campeonato entretanto também ficou com Dioy da Costa. Na etapa, Leonázio foi 3º.

 Gustavo Campos leva o caneco também na Estreantes Nacional

Gustavo veio com tudo e somou mais uma vitória na temporada, seguido de Márcio Graff e Maicon Jacaré.  Giovane Vinícius e Leonardo Maciel completaram o pódio da etapa final. Graff ficou com o vice.

Jonilson ficou com o título da 230 Pró

Na etapa Jefferson da Souza fez o hole shote, mas logo na volta inicial, Márcio Graff assume a ponta para vencer a prova final. Maicon Jacaré que largou em 2º, manteve a posição. Jefferson foi 3º, Paulo Melo o 4º e Leonardo Maciel completando o pódio. Leandro Fole foi mal na etapa e ficou com o vice – campeonato. Jonilson que não pontuou foi o campeão.

Jeferson Macagnan é campeão da Intermediária VX

Jeferson largou bem, foi ponteiro enquanto que seu adversário, Júnior Pick, não teve a mesma sorte. Embora lutasse, Pick chegou em 3º atrás de Luan Dalmass. Jeferson venceu de ponta a ponta e sagra-se campeão. Pick foi o vice.

A serrana Nacional não teve disputas em Montenegro, visto que o título e o vice já estavam definidos na etapa anterior a favor de Leandro Fole. 

João Pedro Roncatto é 100% campeão da Júnior

O piloto de Nova Prata João Pedro Roncatto venceu todas as etapas da Júnior e é campeão incontestável . Na etapa final, Henrique Henicka chegou em 2º com João Pedra em 3º e com isso ficou com o vice – campeonato.

Charles da Silva leva o título da Serrana Importada

Na etapa final, Luan Dalmass venceu de ponta a ponta, Roberto Rui foi o 2º com Charles da Silva em 3º e conquistou o título da temporada. Jeferson Macagnan somou 18 pontos e ficou com o vice.

Júnior Pick sagrou-se campeão da Estreantes Importadas

Pick largou na frente para vencer o duelo e conquistar o título sobre Leonardo Turatti que largou em 2º chegou em 4º, ele que ficou com o vice – campeonato. Na etapa, Leandro Fole foi 2º e Leonázio Scherer ficou em 3º.

João Marcos Lira é o novo campeão da VX3 Importada

Largando na ponta na VX3 importadas, Lira acelera para superar Dirlei da Cunha e vencer a etapa final. Ivair Saurin largou em 3º, mas Roberto Rui pressionou e chegou em 3º após bom duelo. Dirlei foi 2º, mas o vice – campeonato foi para Roberto Rui de Nova Prata.

Juliano Mercalli levou a VX2              

A etapa da VX2 teve a primeira vitória de Júnior Pick que confirmou o vice-campeonato 2017. Juliano Mercalli já era campeão antecipado. O duelo na etapa levou Charles da Silva ao 2º lugar na etapa com Ricardo Melo “Moranguinho” em 3º, Rafael Ritter em 4º e Rafael Kristansher em 5º no pódio.

Felipe Pick é o campeão 2017 da VX1 Força Livre

A categoria mais forte do veloterra, a VX1 chegou a Montenegro indefinida. Com isso, Felipe Pick largou na ponta, seguido por Juliano Mercalli, estava ai a disputa pelo título. Na pista Giovani Pick vinha em 3º e Luan Dalmass em 4º, os dois lado a lado. Felipe não vacila e vence a etapa e o campeonato, Mercalli chegou em 2º e foi vice. Já Charles da Silva chegou em 3º com Luan em 4º e Roberto Rui em 5º na etapa.

NESSE DOMINGO 4 DE FEVEREIRO TEM A ABERTURA DO SUMMER VELOTERRA EM ANTA GORDA. PROVA ADIADA DA SEMANA PASSADA DEVIDO AS CHUVAS.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Sílvio Bilhar começou em março de 1995 o jornal O Podium, exclusivo sobre motociclismo, antes disso teve participação durante 3 anos no Jornal Pit Stop (Hoje é Revista). Estudou Relações públicas na FEEVALE em N.Hamburgo, Jornalismo em São Leopoldo e fez diversos curso de aprimoramento, entre eles de Publicidade e Marketing e de Jornalismo Esportivo, cuja aprovação foi com louvor. Ainda hoje é editor e proprietário do Jornal O Podium cujas informações é de ser o único do estilo no Brasil. Assumiu o Mundocross após o falecimento de seu grande amigo Jorge Soares, que chegou a escrever por alguns anos uma coluna no Jornal. Ambos parceiros e colaboradores nos dois veículos. Natural de Montenegro/RS, nasceu em 10 de fevereiro de 1965. Mora a mais de 25 anos em Novo Hamburgo, região da Grande POA no RS.

Desenvolvido por GetFly