Agora é São Leopoldo: Taça Giovane Motos dá continuidade ao BSX de Motocross

Por Sílvio Bilhar | Fotos por Sílvio Bilhar | 18 de agosto de 2018 - 20:36

Caxias do Sul, na pista da Barragem da Maestra recebeu em 16 de junho a 3ª etapa do Regional BSX de Motocross. Um sábado em que os duelos foram intensos em todas as categorias e que contou com mais de 170 motos na etapa. O público, veio e com ele o sol iluminou os pilots do campeonato que chegou a metade da competição. Veja como foi.

Categorias de base

Na 55cc o garoto Mateus Mattes chegou aos 50 pontos com duas vitórias elidera o campeonato. Davi Shneider foi segundo na etapa e ocupa a 2ª colocação no campeonato que tem David Kettermann em 3º e Vinícius Simon em 4º. Ainda nas categorias de base temos Garmichel Giehl em 1º com 50 pontos e Gabriel Bilhar em 2º lugar agora nesse começo de campeonato. Kauê Benato lidera a 85 cc com 72 pontos, 25 somados em Caxias do Sul. Esse o relato das categorias de base.

 Nacional Força Livre

Nessa disputa, o piloto da casa Gelsi Cunico se deu melhor após a soma das duas baterias. Na primeira, andou entre o pelotão da frente, mas foi na 2ª bateria que ele se destacou largando em 2º, duelando com Rodrigo Malmann na largada e depois com Cláudio Tedy. Gelsi venceu a bateria e na soma foi 1º com Tedy, Ricardo Melo,Jair Ribeiro e Malmann.

 

Na estreantes Importada foi a tarde de Fernando Tomasetto que largou na ponta para vencer a etapa e de quebra assumir a liderança. Gedielson Sá que largou em 3º, superou Lucas Turatti na reta final de bateria e chegou em 2º. Turatti e Tiago Barbizan logo em seguida.

Pela MX5, Eduardo Timm largou na ponta fazendo o hele shote, em seu encalço Carlos Kettermann pressionava e buscou a liderança para vencer na ASCAVE. Adecir de Lima, piloto da casa chegou em 2º após largar em 3º e trocando de posição com Roberto Todeschini que recebe em 16 de setembro a etapa em casa (PARAÍ). O podio foi composto ainda por Timm e Evandro Dotti. Timm ainda lidera a temporada.

Na VX4, após dias largadas, Gustavo Visotto continuava largando na frente e venceu a prova sem dificuldades.  Glaureci Lemos que largou mal fez prova de recuperação chegando em 2º com Timm o 3º, ele que foi surpreendido por Lemos na reta final. Eduardo treviso e o líder Carlos Kettermann chegaram em seguida.

 

Na MX3, o líder Ricardo Bamman e Eduardo Mattos dividem a curva um, mas é Timm quem faz a 1ª volta em 1º, mas é surpreendido na 3ª volta com a chegada de Cristian Khel, o vencedor da etapa. Visotto chegou em 2º seguido de Timm, Bammann e Djalma Salvador.

Na Intermediária MX2, Cristia Khel foi surpreendido ainda na volta inicial ao ser ultrapassado por Matheus Hernandes que venceu a bateria seguido do líder Leonardo Bibit. Cristian perde o foco e fica para trás. Rafael Worst que fez prova de recuperação foi 3º com Gedielson Sá e Lucas Pehus em seguida.

Na intermediária MX1, foi uma guerra de conterrâneos. Glaureci Lemos largou na frente com Gabriel Marcon em 2º, ambos de Caxias. Marcon pressionou e assumiu a liderança de prova para vencer. Lemos foi 2º com Cristian Khell em 3º, mesma posição da largada. O líder Luan Dalmas vem em 4º e Visotto em 5º.

A MX2 teve o duelo inicial do Líder Rodrigo Galiotto com o campeão gaúcho Felipe Mombach. Mombach venceu a disputa seguido de Rodrigo que continua líder. Marcelo Galotoo se manteve em 3º com Leonardo Menegat e Ramon França em 5º.

Finalizando a MX1 Força Livre para motos de até 450cc, Felipe Mombach administrou no começo da prova para na 3ª volta assumir a liderança e novamente subir no lugar mais alto do pódio ele que agora já soma 50 pontos com duas vitórias. Em 2º lugar chegou Rodrigo Galotto que ainda lidera com certa folga. Marcelo Galiotto,Luan Dalmas e Leonardo Bibit completaram O Pódium da categoria mais forte do campeonato.

 

  

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Sílvio Bilhar começou em março de 1995 o jornal O Podium, exclusivo sobre motociclismo, antes disso teve participação durante 3 anos no Jornal Pit Stop (Hoje é Revista). Estudou Relações públicas na FEEVALE em N.Hamburgo, Jornalismo em São Leopoldo e fez diversos curso de aprimoramento, entre eles de Publicidade e Marketing e de Jornalismo Esportivo, cuja aprovação foi com louvor. Ainda hoje é editor e proprietário do Jornal O Podium cujas informações é de ser o único do estilo no Brasil. Assumiu o Mundocross após o falecimento de seu grande amigo Jorge Soares, que chegou a escrever por alguns anos uma coluna no Jornal. Ambos parceiros e colaboradores nos dois veículos. Natural de Montenegro/RS, nasceu em 10 de fevereiro de 1965. Mora a mais de 25 anos em Novo Hamburgo, região da Grande POA no RS.

Desenvolvido por GetFly