PRÓ TORK patrocinará FGM,FCM e FpM nas modalidades Motocross e Velocross

Por Sílvio Bilhar / Daniela Burgonovo | Fotos por Sílvio Bilhar/Divulgação FGM | 15 de fevereiro de 2019 - 21:59

Que ronquem os motores na região Sul do Brasil, pois a Pro Tork acaba de garantir a realização de todos os campeonatos estaduais de motocross e velocross, graças a parcerias fechadas com as federações paranaense, catarinense e gaúcha de motociclismo. Os contratos são de naming rights, fazendo com que os eventos levem o nome da empresa, considerada a maior fábrica de motopeças da América Latina.

O investimento reflete o posicionamento agressivo da marca no mercado, conforme explica o diretor-presidente do Grupo Pro Tork, Marlon Bonilha. “Somos uma das empresas nacionais que mais investem no esporte, desde copas regionais, categorias de base, até chegar nos profissionais e eventos de grande porte. Está em nosso DNA o compromisso com o desenvolvimento do motociclismo no país”, afirma.

No caso da Federação Paranaense de Motociclismo, o patrocínio dura 19 anos consecutivos. Vale ressaltar ações diferenciadas no estado, como a “Inscrição Subsidiada”, na qual os competidores que utilizam os equipamentos vigentes da marca não pagam para alinharem no gate, e também a disputa de minimotos para adultos no velocross, que distribui premiação maior do que a categoria principal do brasileiro.

Para o presidente da entidade, Gilberto Rosa – o “Juba”, o patrocínio para toda a região Sul trará muitos benefícios. “Já vínhamos batalhando esse apoio para as demais federações e estou muito feliz por ter dado certo. Trabalhamos em conjunto, temos os mesmos regulamentos, tudo isso facilita para mantermos um padrão de qualidade, oferecer o melhor aos pilotos e público em geral”, destaca.

O presidente da Federação Catarinense de Motociclismo, Marisergio Kons – o “Pezão”, concorda. “A região Sul é referência para o país na prática do motociclismo, temos o maior número de pilotos e as melhores provas. A entrada da Pro Tork irá levar tudo isso a um nível ainda maior. Estamos orgulhosos de trazê-la ao nosso estado, beneficiando centenas de atletas”, ressalta.

Para o presidente da Federação Gaúcha de Motociclismo, Jair Costa, o discurso é o mesmo. “O esporte tem muito a ganhar. Com um apoio desse porte podemos desenvolver um grande projeto, espero que ele renda bons frutos a todos os envolvidos e que a parceria seja duradoura. Desde já, agradeço a Pro Tork por estar ao nosso lado nesta temporada”, conclui.


Sobre a Pro Tork: A Pro Tork é a maior fábrica de peças e acessórios para motocicletas da América Latina e também a líder mundial em capacetes, tendo em seu catálogo mais de 30.000 itens de fabricação própria no Brasil. Localizada na cidade de Siqueira Campos, ao norte do estado do Paraná, a empresa negocia com mais de 60 países. Sua história teve início em 1987 com a fabricação de escapamentos de forma artesanal.

 

 

 

 

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Sílvio Bilhar começou em março de 1995 o jornal O Podium, exclusivo sobre motociclismo, antes disso teve participação durante 3 anos no Jornal Pit Stop (Hoje é Revista). Estudou Relações públicas na FEEVALE em N.Hamburgo, Jornalismo em São Leopoldo e fez diversos curso de aprimoramento, entre eles de Publicidade e Marketing e de Jornalismo Esportivo, cuja aprovação foi com louvor. Ainda hoje é editor e proprietário do Jornal O Podium cujas informações é de ser o único do estilo no Brasil. Assumiu o Mundocross após o falecimento de seu grande amigo Jorge Soares, que chegou a escrever por alguns anos uma coluna no Jornal. Ambos parceiros e colaboradores nos dois veículos. Natural de Montenegro/RS, nasceu em 10 de fevereiro de 1965. Mora a mais de 25 anos em Novo Hamburgo, região da Grande POA no RS.

Desenvolvido por GetFly