DEAN FERRIS NO MUNDIAL DE MOTOCROSS 2019

Por Mariah Morgado | Foto por Yamaha Racing | 14 de março de 2019 - 19:05

A Yamaha Motor Europe anunciou hoje que o australiano Dean Ferris vai substituir Romain Febvre na equipe Monster Energy Yamaha Factory MXGP.

Após um começo de temporada empolgante, que foi celebrado com uma vitória de classificatória, infelizmente Febvre não conseguiu terminar o primeiro Grand Prix da temporada depois de uma forte queda na 2a bateria. O ex campeão mundial quebrou o tálus (um dos ossos do tornozelo) no acidente e depois foi informado que precisava operar para reparar a fratura.

O francês foi operado com sucesso ontem, 13 de Março, no Hospital Universitário de Antwerp (UZA). O tempo de recuperação dessa lesão é de cerca de seis semanas ou mais e por isso a equipe Monster Energy Yamaha Factory MXGP chamou Ferris para substituir Febvre pelas próximas três etapas do Mundial de Motocross.

Ferris é o atual campeão australiano de motocross na categoria principal e foi invencível nas campanhas pelo título pelos últimos três anos. Todos os três títulos foram vencidos com a popular YZ450F da Yamaha e em 2018, ele colocou seu nome nos livros de história como o primeiro piloto a vencer todas as 10 etapas do campeonato.

O australiano não é um desconhecido aos pódios ou as pistas e circuitos na Europa. Aos 28 anos de idade, Ferris está saboreando a oportunidade de disputar três etapas do campeonato mundial com uma YZ450FM de fábrica como substituto de Febvre. Tendo conquistado seus objetivos atuais na Austrália, ele agora está procurando por oportunidades de competir em outros lugares do mundo e por novos desafios que irão lhe permitir aprimorar ainda mais suas habilidades como um piloto de motocross de alto nível.

Ferris vai fazer sua estreia no Mundial 2019 no final de semana do dia 24 de Março, em Matterley Basin, em Winchester, na Inglaterra, onde ele alinhará no gate com a YZ450FM da Monster Energy Yamaha Factory MXGP para a 2a etapa da temporada do campeonato mundial.

Matterley Basin é a primeira das três etapas consecutivas do MXGP. Ferris também vai disputar as duas etapas seguintes. A terceira etapa em Valkenswaard, na Holanda, e a quarta etapa em Pietramurata, na Itália.

“Estou muito agradecido pela oportunidade; Eu sei que o próximo GP está próximo, mas nós ainda temos alguns dias para ficar confortáveis com a moto. Eu tenho já corri nessas três pistas antes e vou usar muito a minha experiência. É ótimo que eu possa permanecer com a Yamaha já que tive uma grande experiência com eles pelos últimos anos. É uma pena que Romain tenha se machucado, nós nunca queremos ver isso, mas pode acontecer. Eu vou tentar o meu melhor nesses três GPs e estou ansioso pela experiência e oportunidade. 

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Desenvolvido por GetFly