Resultados da 12a etapa do AMA Supercross 2019 em Seattle

Por Mariah Morgado | Foto por GuyB | 24 de março de 2019 - 23:02

O AMA Supercross 2019 voltou para a Costa Oeste neste final de semana para a sua 12a etapa dentro do CenturyLink Field Stadium, em Seattle, a casa do Seattle Hawks. Dylan Ferrandis venceu a etapa de retorno da divisão Oeste das 250SX, sua primeira vitória da carreira desde que foi para os Estados Unidos. Enquanto na 450SX, Marvin Musquin conquistou sua segunda vitória consecutiva da temporada, mesmo sendo polêmica e causando em uma penalização pela AMA que lhe custou alguns pontos.

O líder das 250SX Costa Oeste, Adam Cianciarulo venceu sua classificatória e pressionou o francês o tempo inteiro, disposto a vencer a etapa e manter sua liderança, mas a noite era de Ferrandis que comemorou emocionado sua primeira vitória da carreira nos EUA. Jimmy Decotis completou o pódio.

Enzo Lopes teve sua melhor performance da temporada, terminou sua classificatória em 5º lugar, largou no main event entre os top 10, fez algumas voltas na 5a posição e terminou o main evento na 9a colocação, garantindo seu primeiro top 10 da carreira. Ele agora ocupa a 16a posição no ranking da categoria.

Nas 450SX, Ken Roczen teve sua melhor etapa da temporada e terminou no 2º lugar do pódio seguido por Eli Tomac.

A polêmica sobre a vitória de Musquin se deu devido ao francês ter saltado sobre a sessão de bandeira vermelha por causa do acidente de Chad Reed e Justin Brayton. Lembrando que a bandeira vermelha significa proibido saltar. O francês venceu a corrida, subiu no pódio e recebeu o troféu e a premiação, mas após a corrida a AMA resolveu manter a vitória registrada e penalizou o piloto tirando 7 dos 26 pontos que o vencedor da etapa ganha. Chad Reed sofreu um acidente grave no começo da corrida e Justin Brayton acabou caindo na confusão e foi necessário a bandeira de assistência médica por várias voltas e foi justamente em uma dessas voltas que Musquin reduziu para a bandeira amarela, mas não evitou o salto para a bandeira médica o que é uma violação do livro de regras. O mesmo livro que foi alterado após Ryan Dungey cometer a mesma violação há alguns anos. E os 19 pontos que Musquin recebeu no final acabou gerando ainda mais polêmica por ser a mesma pontuação que o líder do campeonato e 4º colocado da etapa de Seattle, Cooper Webb, recebeu pela sua colocação.

Em relação a Reed e Brayton, no domingo foi confirmado que o australiano, que saiu da pista de ambulância e encaminhado ao hospital, quebrou algumas costelas e um dos pulmões colapsou e está fora do restante da temporada. Brayton permaneceu no estádio com uma muleta e o joelho imobilizado por causa de suspeita de ruptura de ligamentos, mas ainda não tem nada confirmado.

Resultados da 12a etapa do Monster Energy Supercross 2019 em Seattle

450 Heat 1
1. Ken Roczen
2. Marvin Musquin
3. Zach Osborne
4. Cole Seely
5. Blake Baggett
6. Tyler Bowers
7. Justin Bogle
8. Justin Barcia
9. Carlen Gardner

450 Heat 2
1. Cooper Webb
2. Eli Tomac
3. Dean Wilson
4. Joey Savatgy
5. Chad Reed
6. Justin Brayton
7. Justin Hill
8. Kyle Chisholm
9. Mike Alessi

450 LCQ
1. Ben Lamay
2. Ryan Breece
3. Alex Ray
4. Austin Politelli

450 Main Event
1. Marvin Musquin (KTM) – Com a penalização ganhou apenas 19 dos 26 pontos
2. Ken Roczen (Honda)
3. Eli Tomac (Kawasaki)
4. Cooper Webb (KTM)
5. Joey Savatgy (Kawasaki)
6. Dean Wilson (Husqvarna)
7. Blake Baggett (KTM)
8. Zach Osborne (Husqvarna)
9. Cole Seely (Honda)
10. Tyler Bowers (Kawasaki)
11. Justin Bogle (KTM)
12. Justin Hill (Suzuki)
13. Mike Alessi (Honda)
14. Ben Lamay (Honda)
15. Carlen Gardner (Honda)
16. Alex Ray (Suzuki)
17. Justin Barcia (Yamaha)
18. Austin Politelli (Honda)
19. Kyle Chisholm (Suzuki)
20. Ryan Breece (Yamaha)
21. Justin Brayton (Honda)
22. Chad Reed (Suzuki)

Classificação das 450SX após 12 etapas
1. Cooper Webb 262
2. Marvin Musquin 248
3. Eli Tomac 243
4. Ken Roczen 239
5. Blake Baggett 200
6. Dean Wilson 180
7. Joey Savatgy 159
8. Chad Reed 151
9. Justin Bacia 144
10. Cole Seely 142
11. Justin Brayton 141
12. Aaron Plessinger 123
13. Justin Bogle 108
14. Justin Hill 107
15. Tyler Bowers 92
16. Kyle Chisholm 68
17. Vince Friese 65
18. Zach Osborne 63
19. Ben Lamay 63
20. Jason Anderson 46

250 Heat 1
1. Adam Cianciarulo
2. Jimmy Decotis
3. Cameron McAdoo
4. Michael Mosiman
5. Garrett Marchbanks
6. Mitchell Harrison
7. Justin Starling
8. Dylan Merriam
9. Bradley Lionnet

250 Heat 2
1. Colt Nichols
2. Dylan Ferrandis
3. Chris Blose
4. Jacob Hayes
5. Enzo Lopes
6. RJ Hampshire
7. Logan Karnow
8. Martin Castelo
9. Brandan Leith

250 LCQ
1. Robbie Wageman
2. Jerry Robin
3. Killian Auberson
4. Chris Howell

250 Main Event
1. Dylan Ferrandis (Yamaha)
2. Adam Cianciarulo (Kawasaki)
3. Jimmy Decotis (Suzuki)
4. Michael Mosiman (Husqvarna)
5. Chris Blose (Husqvarna)
6. RJ Hampshire (Honda)
7. Mitchell Harrison (Yamaha)
8. Cameron McAdoo (Honda)
9. Enzo Lopes (Suzuki)
10. Justin Starling (Husqvarna)
11. Robbie Wageman (Honda)
12. Garrett Marchbanks (Kawasaki)
13. Chris Howell (Husqvarna)
14. Logan Karnow (Kawasaki)
15. Martin Castelo (Husqvarna)
16. Brandan Leith (Husqvarna)
17. Bradley Lionnet (Yamaha)
18. Killian Auberson (KTM)
19. Jacob Hayes (Yamaha)
20. Jerry Robin (KTM)
21. Dylan Merriam (Husqvarna)
22. Colt Nichhols (Yamaha)

Classificação das 250SX Costa Oeste após 6 etapas
1. Adam Cianciarulo 163
2. Dylan Ferrandis 151
3. Shane McElrath 123
4. Colt Nichols 121
5. RJ Hampshire 103
6. Michael Mosiman 99
7. Chris Blose 98
8. Jimmy Decotis 98
9. Cameron McAdoo 94
10. Garrett Marchbanks 85
11. Jacob Hayes 81
12. Jess Pettis 66
13. Martin Castelo 59
14. Sean Cantrell 46
15. Mitchell Harrison 38
16. Enzo Lopes 37
17. Jerry Robin 30
18. Justin Starling 29
19. Robbie Wageman 28
20. Carson Brown 23

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Desenvolvido por GetFly