Upper Energy Drink de Motocross em Canela foi em benefício do Hospital de Caridade do município

Por Sílvio Bilhar | Foto por Sílvio Bilhar | 25 de maio de 2019 - 12:24

Um dia muito frio, uma garoa que começou no início do dia mas que no meio da manhã e até a metade da tarde, deu uma trégua para pilotos, profissionais e público que foram prestigiar e 2ª etapa do Uper Energy Drink em Canela. Uma etapa em que o Canela Cross Clube e a André Produções promoveram em benefício para o Hospital de Caridade. Na pista duelos em todas as categorias. Veja como foi.

Nas categorias de base, Monique Silva levou a melhor sobre João Gabriel Wovst em um duelo do começo ao fim. Na 65cc, Matheus Mathes e Monique Silva largaram colados lado a lado e foi Matheus quem venceu a etapa.

 

Já na Júnior Garmichel Giehl largou na ponta, mas logo no começo Kauê Benatto assume a ponta para vencer. Garmichel foi 2º Wesley Pereira o 3º.

Pela Nacional FL, Claudio Tedy largou na ponta e não deu mole, venceu de ponta a ponta. Rodrigo Malmann foi 2º e Ricardo Moranguinho o 3º.

Na Estreantes Importada, Fábio Troian está sobrando, venceu a segunda etapa consecutiva e já abre vantagem na pontuação. Kauê Benatto largou bem e foi 2º com Geverson , o Zé D’Agua em 3º. Posições do início ao fim.

Na MX5, Eduardo Tim levou a melhor sobre Glaureci Lemos e venceu a etapa, o piloto de Caxias foi 2º.

Na MX4, Glaureci deu o troco, ultrapassou Timm que fez o hole shote  e venceu a etapa deixando Timm Bala em 2º Aldo Bodão foi 3º.

Na MX3 importada, Rodrigo Galiotto largou na ponta para vencer a prova. O 2º lugar foi muito disputado entre Tiago Todeschini, que largou em 2º e chegou em 3º. Ricardo Bammann largou em 4º e chegou em 2º.

Na intermediária Importada mais uma vez o piloto de Serafina Correa, Fábio Troian largou na ponta, seguido por Fernando Tomasetto e Ariel Schallemberger na volta inicial. Foi uma vitória maiúscula do piloto Fábio, pois na reta final Lucas Peuhs tirou a diferença encostando emriel chegando em 3º.

Na Intermediária MX1, foi a vez de Glaureci Lemos voltar a vencer uma etapa da competição. Leonardo Hofstater foi 2º com Marco Hodorf logo atrás.

A boa fase de Nícolas Oliveira o levou a mais uma vitória na temporada 2019. Agora ele foi o grande vencedor da categoria MX2. Nícolas foi implacável e superou um grande rival das pistas, o piloto de Lajeado, Lucas Peuhs  com Fábio Troian chegando em 3º.

Pela MX1, em que a soma das duas baterias determinam o vencedor, as largadas foram semelhantes com Rodrigo Galiotto largando na ponta seguido do piloto de Portão, Nícolas Oliveira. Na bateria um, em 2 voltas Nícolas assumir a ponta para vencer, já na bateria dois aparece na liderança depois d 4 voltas. Rodrigo marcou em cima e ficou com o 2º lugar. Nícolas venceu e somou 25 pontos a mais e agora tem 50 ao todo. A terceira posição ficou com Augusto Carniel, sim o sobrinho do “Touro bravo” Alex Carniel, um grande professor do garoto.

 

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Sílvio Bilhar começou em março de 1995 o jornal O Podium, exclusivo sobre motociclismo, antes disso teve participação durante 3 anos no Jornal Pit Stop (Hoje é Revista). Estudou Relações públicas na FEEVALE em N.Hamburgo, Jornalismo em São Leopoldo e fez diversos curso de aprimoramento, entre eles de Publicidade e Marketing e de Jornalismo Esportivo, cuja aprovação foi com louvor. Ainda hoje é editor e proprietário do Jornal O Podium cujas informações é de ser o único do estilo no Brasil. Assumiu o Mundocross após o falecimento de seu grande amigo Jorge Soares, que chegou a escrever por alguns anos uma coluna no Jornal. Ambos parceiros e colaboradores nos dois veículos. Natural de Montenegro/RS, nasceu em 10 de fevereiro de 1965. Mora a mais de 25 anos em Novo Hamburgo, região da Grande POA no RS.

Desenvolvido por GetFly