Pilotos Gaúchos foram destaques na 2ª etapa do Brasileiro de Motocross

Por Sílvio Bilhar/Guilherme Augusto | Fotos por Tiago Wolf | 07 de outubro de 2020 - 21:03

Etapa aconteceu em Penha (SC), dias 3 e 4 de outubro, com ótimos resultados para a delegação rio-grandense
A segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross 2020 foi de muita adrenalina e lama, consequência das chuvas que atingiram Penha (SC) nos último dias. E foi neste cenário que os pilotos gaúchos se destacaram mais uma vez, conquistando vitórias, pódios e liderando a classificação em diferentes categorias. O evento ocorreu neste final de semana, 3 e 4 de outubro.


A prova teve direito a show da gurizada, com vitória na MXJR e dobradinha gaúcha na MX2Jr. O vencedor da primeira classe foi Garmichel Giehl, de 15 anos. “A pista estava muito difícil, mas fui com tudo, tentei errar o menos possível e obtive o primeiro lugar. Agora é treinar para seguir líder do campeonato e garantir o título”, comenta o piloto de Dois Irmãos que já é bicampeão Brasileiro, na 65cc e na 50cc. Gabriel Bilhar, de Guaporé, ainda faturou o quinto lugar na MXJR.

Gurizada obteve vitórias na segunda etapa do Brasileiro de MX 2020

Já na MX2Jr os holofotes foram para a dupla Gabriel Andrigo e Henrique Henicka, que garantiu o primeiro e segundo lugares, repetindo o desempenho da etapa anterior. “A chuva deixou tudo mais difícil, mas larguei na frente e soube administrar a vantagem, com cabeça e calma”, disse Andrigo, de 15 anos.


Além disso, Gabriel também assegurou o terceiro lugar em uma das disputas da acirrada MX2, garantindo o quarto posto na soma das baterias. Desta forma, o jovem de Marau busca seu quinto título no Brasileiro.
Veteranos também aceleraram forte
Os veteranos gaúchos também asseguraram bons resultados. Na MX5, por exemplo, Marco Muller, de Nova Hartz, levou o segundo lugar para casa e Carlos Kettermann, de Montenegro, foi o quarto.
Com o resultado, Marco é o novo líder da categoria. “Havia várias canaletas, então o segredo foi encontrar a linha mais rápida. Como a temporada está recém começando há muita coisa para acontecer, mas vamos com tudo para tentar mais um título”, afirma o piloto de Nova Hartz, campeão Brasileiro na MX3 em 2001.

Falando na MX3 é de lá que veio mais um bom desempenho rio-grandense. Cristian Kehl, de Sapiranga, acelerou tudo e garantiu o terceiro lugar na classe. Apesar de uma prova anterior difícil, agora o piloto diminuiu a distância do top3 da classificação geral da categoria para dez pontos.
Quem não pode competir foram as participantes da MXF. Afinal, a organização da prova optou por cancelar a realização da bateria da categoria feminina devido ao mau tempo.
Próxima etapa
Agora os pilotos precisam manter o ritmo, pois em breve voltarão a competir pelo Brasileiro de Motocross. A terceira etapa está marcada para ocorrer em menos de duas semanas, dias 17 e 18 de outubro, em Faxinal (PR).
Resultados: Brasileiro de Motocross (2ª etapa)

MX2Jr

1 – GABRIEL BOHRER ANDRIGO (RS)
2 – HENRIQUE HENICKA (RS)

3 – OTAVIO PEDRO DA SILVA
4 – VANDERLEI DE SOUZA JUNIOR
5 – GUILHERME BRESOLIN
MXJR
1 – GARMICHEL RODRIGUES GIEHL (RS)
2 – BERNARDO ETO TIBURCIO
3 – RAFAEL BECKER
4 – FRANCO LAVECCHIA BADEL
5 – GABRIEL MARCOLIN BILHAR (RS)

MX5
1 – ANISIO ROBERTO CLASEN
2 – MARCO MÜLLER (RS)
3 – NASRI WEINHARDT SARKISS
4 – CARLOS GUSTAVO KETTERMANN (RS)
5 – ALENCAR KREFTA

MX2 (soma das baterias)
1 – PEDRO HENRIQUE ROSA BUENO
2 – FREDERICO MOLINA SPAGNOL
3 – LUCAS MORAES DUNKA
4 – GABRIEL BOHRER ANDRIGO (RS)
5 – LEONARDO DE SOUZA

MX3
1 – MARKOLF ERASMUS BERCHTOLD
2 -ANDERSON CHUPEL
3 – CRISTIAN PATRICK KEHL (RS)
4 – MARCELO COSTA DESSUNTI
5 – RODRIGO PEREIRA NHEMIHES TABORDA

MX1 (soma das baterias)
1 – ANTHONY RODRIGUEZ DOS SANTOS
2 – CARLOS CAMPANO JIMENEZ
3 – GUSTAVO PESSOA DE SOUZA
4 – PAULO ALBERTO
5 – JEAN CARLO RAMOS
Elite MX
1 – ANTHONY RODRIGUEZ DOS SANTOS
2 – CARLOS CAMPANO JIMENEZ
3 – PAULO ALBERTO
4 – JEAN CARLO RAMOS
5 – PEDRO HENRIQUE ROSA BUENO
5 – MATHEUS FELIPE GOMES DE ANDRADE

MX4
1 – CRISTIANO LOPES
2 – MARKOLF ERASMUS BERCHTOLD
3 – RAFAEL FERREIRA RAMOS
4 – RODRIGO GUEDES PEGUINELLI
5 – RICHARD GABRIEL BEROIS BERMUDEZ

65cc
1 – BERNARDO ETO TIBURCIO
2 – KEVYN MAGALHAES DE PINHO
3 – KAUÃ EDUARDO FERNANDES DE SOUZA
4 – GUSTAVO MAURICIO M. TORRES
5 – GABRIEL CIRINO

50cc
1 – ZION BERCHTOLD
2 – VICTOR HUGO VALE DA ROCHA
3 – LUANNA NEVES MARTINEZ SILVA
4 – LUCAS ANTONIO RUWER VALAR

Veja todos os resultados do Brasileiro de Motocross em: http://cbm.esp.br/sistema/resultados.php?organizador=CBM&idModalidade=13

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Sílvio Bilhar começou em março de 1995 o jornal O Podium, exclusivo sobre motociclismo, antes disso teve participação durante 3 anos no Jornal Pit Stop (Hoje é Revista). Estudou Relações públicas na FEEVALE em N.Hamburgo, Jornalismo em São Leopoldo e fez diversos curso de aprimoramento, entre eles de Publicidade e Marketing e de Jornalismo Esportivo, cuja aprovação foi com louvor. Ainda hoje é editor e proprietário do Jornal O Podium cujas informações é de ser o único do estilo no Brasil. Assumiu o Mundocross após o falecimento de seu grande amigo Jorge Soares, que chegou a escrever por alguns anos uma coluna no Jornal. Ambos parceiros e colaboradores nos dois veículos. Natural de Montenegro/RS, nasceu em 10 de fevereiro de 1965. Mora a mais de 25 anos em Novo Hamburgo, região da Grande POA no RS.

Desenvolvido por GetFly