Mundial de Motocross 2012 – 6ª etapa – França

Por Renato Dalzochio Jr. | Fotos por Ray Archer | 08 de junho de 2012 - 22:43

Na frente de uma grande multidão, o italiano Antônio Cairoli e o holandês Jeffrey Herlings voltaram a dar vitórias para a equipe oficial Red Bull / KTM, durante o GP de Saint Jean d’Angely, na França, realizado no domingo passado, 3 de junho, válido como sexta etapa do Mundial de Motocross 2012.

Cairoli faturou o overall ao vencer as duas baterias da MX1, enquanto Herlings garantiu o overall da MX2 ao vencer a primeira bateria e finalizar em segundo na segunda. Foi um GP emocionante e as corridas aconteceram em boas condições, num circuito muito bem preparado.

Categoria MX1

Na primeira bateria Cairoli mostrou porque possui cinco títulos mundiais no currículo, ao largar na primeira posição e liderar de ponta a ponta até a bandeira quadriculada. Na sua cola veio um verdadeiro exército francês. Gautier Paulin foi o segundo, Christophe Pourcel o terceiro e Xavier Boog o quarto. O belga Clement Desalle completou os cinco primeiros.

Antonio Cairoli

Antonio Cairoli

David Philippaerts

David Philippaerts

Na segunda bateria Cairoli largou novamente em primeiro, mas liderou somente até a quinta volta, quando para delírio da multidão francesa, Steven Frossard assumiu a liderança. Antes da bateria completar sua primeira metade, Cairoli deu o troco e reassumiu a liderança. Neste ponto da corrida nada menos do que seis pilotos, nesta ordem, brigavam pela liderança: Cairoli, Frossard, o italiano David Philippaerts, Paulin, Desalle e Pourcel.

Chris Pourcel

Chris Pourcel

Gautier Paulin

Gautier Paulin

Paulin foi o que mais se aproximou de Cairoli, mas sofreu um tombo na fase final da corrida, perdendo duas posições. No fim das contas, vitória de Cairoli, com Pourcel em segundo, Paulin em terceiro, Desalle em quarto e Philippaerts completando os cinco primeiros.

No overall, vitória de Cairoli, com Pourcel em segundo e Paulin completando o pódio na terceira posição. Desalle foi o quarto e Boog completou os cinco primeiros. Frossard foi o sétimo colocado no overall mas está fora do restante do campeonato. O francês vai passar por uma cirurgia para reconstruir os ligamentos de um problema no menisco, resultado de uma lesão em um dos joelhos, e o prazo de recuperação é de quatro meses.

David Philippaerts e Steve Frossard

David Philippaerts e Steve Frossard

Rui Gonçalves

Rui Gonçalves

No campeonato, Cairoli tem 39 pontos de vantagem sobre Pourcel, que assumiu a vice-liderança com apenas um ponto de vantagem sobre Desalle, que por sua vez, tem um ponto de vantagem sobre Paulin. O belga Ken De Dycker fecha os cinco primeiros.

Resultado da sexta etapa do Mundial de Motocross na categoria MX1
1. Antonio Cairoli (KTM)
2. Christophe Pourcel (Kawasaki)
3. Gautier Paulin (Kawasaki)
4. Clement Desalle (Suzuki)
5. Xavier Boog (Kawasaki)
6. David Philippaerts (Yamaha)
7. Steven Frossard (Yamaha)
8. Sebastien Pourcel (Kawasaki)
9. Ken De Dycker (KTM)
10. Rui Gonçalves (Honda)

Classificação da categoria MX1 após seis etapas
1. Antonio Cairoli 253 pontos
2. Christophe Pourcel 214
3. Clement Desalle 213
4. Gautier Paulin 212
5. Ken De Dycker 179
6. David Philippaerts 169
7. Xavier Boog 161
8. Kevin Strijbos 154
9. Rui Gonçalves 134
10. Tanel Leok 121 pontos

Categoria MX2

A exemplo de Cairoli, na MX1, o holandês Jeffrey Herlings mostrou na primeira bateria da MX2 porque é o líder do campeonato, largando na frente e liderando de ponta a ponta. O belga Jeremy Van Horebeek finalizou na segunda posição, com o britânico Tommy Searle em terceiro. Joel Roelants, outro belga, finalizou na quarta posição. O francês Valentin Teillet completou os cinco primeiros.

Arnaud Tonus

Arnaud Tonus

Jeffrey Herlings

Jeffrey Herlings

A segunda bateria foi mais interessante, com o suíço Arnaud Tonus largando na primeira posição, sendo superado logo em seguida por Searle. Herlings largou em sexto e teve que recuperar posições ao longo da bateria. Quando o holandês assumiu a vice-liderança, Searle já havia conquistado uma confortável vantagem na liderança, o que lhe garantiu a vitória na bateria.

Aliás na ultrapassagem de Herlings sobre Tonus (que rendeu ao holandês a segunda posição) houve um contato entre os dois e o suíço levou a pior e acabou ficando no chão. No overall vitória de Herlings, com Searle em segundo e Van Horebeek completando o pódio na terceira posição. Roelants foi o quarto e o francês Jordi Tixier completou os cinco primeiros.

No campeonato, Herlings lidera com 22 pontos de vantagem sobre Searle. Horebeek é o terceiro, Roelants o quarto e o britânico Max Anstie fecha os cinco primeiros.

Resultado da sexta etapa do Mundial de Motocross na categoria MX2
1. Jeffrey Herlings (KTM)
2. Tommy Searle (Kawasaki)
3. Jeremy Van Horebeek (KTM)
4. Joel Roelants (Kawasaki)
5. Jordi Tixier (KTM)
6. Valentin Teillet (Kawasaki)
7. Jake Nicholls (KTM)
8. Max Anstie (Honda)
9. Petar Petrov (Suzuki)
10. Romain Febvre (KTM)

Classificação da categoria MX2 após seis etapas
1. Jeffrey Herlings 270 pontos
2. Tommy Searle 248
3. Jeremy Van Horebeek 231
4. Joel Roelants 188
5. Max Anstie 160
6. Jordi Tixier 159
7. Jake Nicholls 144
8. Al Lupino 118
9. José Butron 110
10. D. Ferrandis 107 pontos

Melhores momentos do GP da França do Mundial de Motocross MX1/MX2 2012

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=-tjNkjXh4_o&feature=player_embedded[/youtube]

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly