Fênix Moto Clube pronto para o Rondoniense de MX

Por Chico Limeira | Fotos por Divulgação | 15 de junho de 2012 - 9:03

Depois de três semanas envolvidas com as provas do Rondoniense de Velocross, a Federação de Motociclismo de Rondônia – FMR se volta para a continuidade do Rondoniense de Motocross, quando neste fim de semana, 16 e 17 de junho, a cidade de Vilhena estará em festa para a realização da terceira etapa do campeonato Estadual de Motocross, prometendo mais uma disputa forte na pista do Fênix Moto Clube. O espaço já está pronto para o aguardado show, com um número bastante expressivo de pilotos brigando pelas primeiras posições.

Construída ao lado do kartódromo, no espaço do Automóvel Clube Vilhena, a pista do Fenix Moto Clube mede 1.200 metros de extensão e foi desenhada num traçado bastante técnico,contando com vários santos, triplos, lançantes, sessão de costelas e algumas curvas invertidas, para tornar a prova ainda mais emocionante e competitiva.

Desde o início da semana, a equipe técnica da FMR se encontra no local montando as estruturas para a festa que começa no sábado á tarde com os treinos livres e tomadas de tempos. Mesmo com a pista ainda sendo preparada, a semana foi intensa de pilotos da região treinando diariamente, buscando manter o ritmo e encontrar o melhor traçado do circuito. A prefeitura de Vilhena, parceria da FMR para mais este evento, vem contribuindo, colocado máquinas e homens a serviço da coordenação da prova para preparar o espaço.

A terceira Etapa do Estadual de MX que acontecerá neste fim de semana, na cidade de Vilhena, conta com a coordenação local do Fenix Moto Clube, Higor Veiga e Lego Farias. O evento promete ser dos mais grandes já realizados  na região. Diversas atrações serão acrescentadas ao show que os pilotos irão promover na pista. Mais uma vez, a FMR disponibilizará no local de toda uma estrutura como arquibancada móvel, camarote vip, tendas coberta para o parque fechado e pit-line, banheiros químicos, alambrados de isolamento da área de competição, cabine para a cronometragem eletrônica, entre outros.

Na pista, os pilotos top de Rondônia prometem uma disputa acirrada e de alto nível em busca das melhores posições em cada uma das cinco categorias disputadas (Kids, 65cc, 85cc, MX Estreantes, Força Livre Nacional e MX2/MX3, categoria máxima do MotoCross de Rondônia correndo simultaneamente. A prova promete mais uma capitulo a parte na ferrenha disputa pela liderança da MX2, onde o campeão brasileiro Rodrigo Selhorst # 8 (Mastter Moto/Honda?Decar/MegaBom), de Cacoal, tentará segurar a liderança, mas Hugo Amaral # 51 (Saga/Mastter Moto/ASW/ColorPress), de Porto Velho quer desbancar o líder. Correndo por fora, mas também num ritmo intenso, o pequeno Diego Henning # 191 (Mastter Racing/Saga Veículos/Honda/ASW/ColorPress), também de Porto Velho, não dá espaço para os adversários.

Nas demais categorias, Guilheme Maschio # 8 (Giba Racing), de Pimenta Bueno briga pela liderança com Orlando Neto # 222, de Ariquemes. Matheus Zilli # 17, de Vilhena, Eduardo Alegrim # 7 de Porto Velho e Lucas Belém # 444, de Vilhena, brigam ponto a ponto pela liderança da 85cc. Na MX Estreantes, o líder é Walcenir Montes, o “Leitão” # 102 (Retifica Retirama), de Rolim de Moura, enquanto Riderson Carlos # 80 (Master Motos/ColorPress), de  Rio Branco-AC lidera tranqüilo. Na MX3, Evandro Bucioli # 27 (Deputado Lebrão. Kaká Posto de Molas), de Rolim de Moura,  é seguido por Elias Marinho # 959 e por Jean Carlos # 81, ambos de Porto Velho.

Para a terceira etapa do campeonato Rondoniense de Motocross 2012, a Federação de Motociclismo de Rondônia – FMR conta com  a parceria do Fenix Moto Clube de Vilhena, apoio do Governo de Rondônia, Ministério do Esporte, Honda, senador Valdir Raupp, deputada federal Marinha Raupp, deputado federal Natan Donadon, deputados Jean Oliveira, Valdivino Turuca, Neodi Carlos, Adelino Follador, Luiz Claudio, Edson Martins e Luizinho Goebel, Ciclo Cairu, Castilho Estrutura Metálicas, Cairu Transporte, Lind’água e Instaladora São Luiz.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly