Pilotos travaram disputas fortes no Rondoniense de VX

Por Chico Limeira | Fotos por Divulgação | 25 de junho de 2012 - 23:31

Numa prova das mais fortes, com pegas bastante acirrados em todas as categorias disputadas, a pista do municipal de Urupá foi palco no último fim de semana de mais um grande show de emoção e velocidade, marcando a 5ª Etapa do Campeonato Rondoniense de Velocross 2012. A festa que reuniu os maiores nomes do VX de Rondônia em uma pista das mais técnicas e competitivas, fez parte das programações alusivas ao 20º aniversário de emancipação político administrativo da cidade de Urupá.  Numa parceria com o deputado Estadual Edson Martins e Prefeitura de Urupá, a Federação de Motociclismo de Rondônia – FMR trabalhou para garantir o sucesso do evento, que foi prestigiado por um público estimado em mais de cinco mil pessoas presentes no motodromo municipal.

A prova foi marcada por mais um grande show dos pilotos, que travaram duelos ferrenhos a cada bateria disputadas, onde  os destaques da corrida ficaram com os líderes Diego Henning # 191 (Saga Veículos/ASW/ColorPress/Mastter Moto), de Porto Velho, Valdinei Correa # 88 (Posto Pit Stop), de Pimenta Bueno e Claudio Barbizan # 12 (Moto Sport), de Vilhena, lideres das categorias VX Especial, VX3 e VX4 respectivamente. As surpresas no entanto foram muitas com três “estreantes” no ponto mais alto do pódio – Vanderlei Júnior # 6 (Agromais/Posto Mais/Ney Motos), de Rolim de Moura, Aparecido Neves # 91 (Terra Motos), de Alta Floresta do Oeste e ainda Maicom Douglas # 35 (Chemacol Mat. Const.), de Chupinguaia, respectivos vencedores do fim de semana nas categorias 150cc, Força Livre Nacional e 100cc.

Maicom Douglas superou líder na disputa da 100
A pista pesada em razão da chuva que caiu sobre a região de Urupá na noite do último sábado deu um tom mais forte na disputa da 5ª Etapa do Estadual de Velocross, principalmente na categoria 100cc, exigindo mais força das motos e habilidade dos pilotos em achar o melhor traçado. A corrida foi de uma sequencia de tombos, com vários pilotos se revezando na liderança. Na primeira bateria Uzenildo Ferreira # 3 (Terra Motos/Academia Vida ), de Rolim de Moura e Maicom Douglas # 35 (Chemacol Mat. Const.), de Chupinguaia largaram na ponta, com Marcelo de Sá # 18 (Falcão Magazine), de Santa Luzia na terceira posição. O líder da categoria na temporada, Cléber Júnior # 4 (Localiza Cacoal/JM Motos/Eletro Motores Líder), de Cacoal não largando muito bem, mas aos poucos foi ganhando posições até assumir a ponta, com Maicom em segundo e Marcelinho em terceiro. Na segunda bateria, enquanto todos se espremiam na largada, Odair Meirelles, o “Coyote” # 51 (Coyote Motos/Ceará Motos ), de Pimenta Bueno se isolou na ponta, abrindo boa vantagem, mas na última volta, sua moto apagou e o piloto teve de completar a prova empurrando. Cléber Júnior que novamente largou mal, fez uma corrida de recuperação, e cruzou a linha na cola de Maicom Douglas, que venceu pela primeira uma prova.

Barbizan venceu em Urupá e se mantém na briga da VX4
Depois de ficar de fora da prova de Presidente Médici, onde acabou “atropelado” logo na largada da primeira bateria, o vilhenense Claudio Barbizan # 12 (Moto Sport) voltou a andar bem e foi o mais rápido do fim de semana na disputa da categoria VX4 para pilotos acima dos 40 anos. Experiente e pilotando uma máquina bastante preparada, Barbizan fez em boa largada já na primeira bateria, mas não resistiu a pressão de Sergio Luiz # 33 (Moto Motores/Posto Modelo), de Rolim de Moura. Na segunda bateria, Barbizan voltou a largar na ponta e mantendo um ritmo forte soube administrar a liderança para chegar em primeiro. Serginho não repetiu  mesma performance e foi apenas o terceiro colocado, perdendo a segunda posição para Itanel Vitorino # 41 (Vacari Veiculos), de Espigão do Oeste. Contudo, na soma geral dos pontos, Claudio Barbizan  ficou em primeiro, com Serginho Luiz em segundo, Itanel em terceiro, Ednilson Passarello # 10 (Prefeitura de Corumbiara/Associação Comercial), de Corumbiara na quarta posição e Wanderlei Menezes # 100 (Voldiesel), de Vilhena na quinta posição.

Valdinei ampliou liderança na categoria VX3
Em mais um duelo forte com o piloto Osmar Canale # 68 (Star Motos), de Colorado do Oeste, Valdinei Correa # 88 (Posto Pit Stop), de Pimenta Bueno voltou a levar a melhor, vencendo com folga a prova de Urupá e ampliando a liderança na corrida pelo título da temporada na categoria VX3 para pilotos entre os 35 a 40 anos. Após uma sessão de treinos bastante equilibrada, Osmar Canale começou a prova bem, largando na ponta na primeira bateria, com Valdinei Correa em segundo, os dois andando num ritmo forte. Osmar se mantinha a frente, mas numa folha em uma das curvas, acabou perdendo a liderança para Valdinei, que precisou apenas administrar a corrida. Na segunda bateria, Valdinei largou na frente enquanto o adversário direto Osmar Canale s envolveu numa queda na primeira curva, ficando na ultima colocação. Apesar de fazer uma prova de recuperação, Osmar cruzar a chegada apenas em sexto, ficando na soma geral na quarta posição, atrás do líder Valdinei Correa, de Aguinaldo Feliciano # 5 (Nikima Motos), de Espigão do Oeste, e de Jefferson Lins # 07 (Imaral Pneus/Construmaq), também de Espigão do Oeste. Gerson de Oliveira # 83 (Nikita Motos/Graúna Sport), de Jaru completou o pódio da VX3.


Vanderlei Júnior conquistou vitória na disputa da 150
Contando na pista com o maior número de motos inscritas, a disputa da categoria 150cc foi marcada também por muitas emoções e surpresas. Após cravar a melhor marca durante os treinos cronometrados, o cacoalense André Carbonera # 75 (Paraná Motos/Doces Japonês), não desenvolveu a mesma performance na prova, chegando a largar bem, mas errando muito o traçado e mais uma vez deixando escapar o pódio. Quem também teve atuação complicada foi o piloto Flávio Pereira # 18 (Rodar Motos/RetiMotos), de Santa Luzia do Oeste, líder absoluto nas primeiras três etapas do estadual, mas que viu a situação complicar nas últimas duas provas. Em Médici Flavinho não completou a segunda bateria, e o mesmo aconteceu na prova de Urupá, onde a festa no pódio foi de Vandeilei Júnior # 6 (AgroMais/Posto Mais/Ney Motos), de Rolim de Moura. A prova marcou também a estreia no pódio do pequeno Gabriel Aleixo, o “Malinha” # 44 (Mala Véia/Recuperadora de Pneus), de Cacoal, que apesar dos tombos, andou forte e garantiu a quarta colocação no geral. A primeira bateria terminou com a vitória de Juliano Correia, o “Ligeirinho” # 22 (Construmaq/JS Cobranças), Espigão do Oeste seguido por Flavio Pereira e Vanderlei Júnior em terceiro. Na segunda bateria, a grande surpresa foi a vitória de Gabriel Aleixo “Malinha”, com Vanderlei Júnior em segundo, Rogério Aparecido # 171 (Terra Motos/Academia Vida), em terceiro, Wanderson Holanda # 788 (Deputado Lebrão/Posto Lebrinho), de São Francisco do Guaporé na quarta posição e Antônio Claudio # 307 (Circuito Motos), de Alta Floresta na quinta posição.

Neves surpreendeu e venceu na Força Livre
Com a ausência na prova de alguns pilotos, como os vilheneses Patrick de Brito # 777, Maycon dos Santos # 22, Marcos Cesar # 2, ambos de Vilhena, além de Fábio Knack # 7, de Seringueiras, a festa ficou por conta de Aparecido Neves # 91 (terra Motos), de Alta Floresta do Oeste, vencedor pela primeira vez de uma corrida. Outro destaque do dia ficou com Fábio Moura # 14 , de Cacoal, segundo colocado do dia e a frente do líder Victor Carlos # 4 (Posto Fórmula 1/Expresso Cacoal ), também de Cacoal. Apesar de andar num ritmo bem acima dos seus adversários, Vitim voltou a repetir os erros de traçado, caindo por diversas vezes na primeira bateria, chegando a perder parte da carenagem e funções de sua moto. Contudo o aguerrido piloto acelerou forte e conseguiu manter a quinta posição, enquanto Aparecido Neves foi o mais rápido com Hiago Farias # 6 (Star Motos), de Colorado do Oeste na segundo posição, Fabão em terceiro e Evandro Silva # 680 (Ataíde Extintores/Edvagner Preparação), de Ji-Paraná na quarta posição. Contudo após refazer sua moto, Vitim largou bem na segunda bateria, e fazendo uma corrida perfeita, venceu de ponta a ponta, com ampla vantagem para o segundo colocado Fabão. Aparecido Neve que chegou em terceiro, na soma geral garantiu o lugar mais alto do pódio, com Fabão em segundo, Vitim em terceiro, Evandro em quatro e Pastor Jefferson Lins # 70 (Dep. Natan Donadon/Construmaq), de Espigão do Oeste em quinto.


Com show de pilotagem, Henning ampliou liderança na VX Especial
Piloto jovem e dos mais arrojados, Diego Henning Henning # 191 (Saga Veículos/ASW/ColorPress/Mastter Moto), de Porto Velho, foi uma das atrações a parte da 5ª Etapa do Estadual de Velocross disputado no fim de semana na cidade de Urupá. Com apenas 16 anos de idade e uma performance de campeão, Dieguinho cativa o público pelo seu carisma natural e ritmo intenso de pilotar sua máquina de 250cc Importada. Absoluto na disputa do Velocross na temporada, categoria VX Especial, Diego Henning levou a melhor sobre o concorrente direto Diego Ferrari # 961 (Decar/Ceará Motos/Nikima Motos), de Espigão do Oeste. Nos treinos livres e cronometrados, Ferrari ainda tentou superar o xará Henning, mas já na primeira bateria do dia Diego Henning largou melhor e assumiu a ponta para vencer, mesmo com alguns erros de traçado. Na segunda bateria, Henning voltou a fazer uma boa largada, assumindo a liderança e se mantendo a frente num ritmo intenso, completando a prova com uma volta sobre o terceiro colocado. O maior frustrado do dia na VX Especial foi o vilhenense Pedro Tozzo # 38 (Arena Hobby/Aquilino Preparações), que fazia uma prova tranqüila na terceira posição mas nas últimas voltas sua máquina o deixou na mão. A prova terminou com a liderança de Diego Henning seguido por Diego Ferrari, Valdinei Correa em terceiro,Jean Carlos # 81 (Ciclo Cairu/Galegos Motos), de Porto Velho na quarta posição e Evandro Bucioli # 27 (deputado Lebrão/Kaká Posto de Molas), Rolim de Moura completando o pódio.

Para a quinta etapa do campeonato Estadual de Velocross 2012, a Federação de Motociclismo de Rondônia – FMR contou com a parceria da Prefeitura de Urupá e apoio Governo de Rondônia, Ministério do Esporte, Honda, senador Valdir Raupp, deputada federal Marinha Raupp, deputado federal Natan Donadon, deputados Jean Oliveira, Valdivino Turuca, Neodi Carlos, Adelino Follador, Luiz Claudio, Edson Martins e Luizinho Goebel, Ciclo Cairu, Castilho Estrutura Metálicas, Cairu Transporte, Lind’água, Instaladora São Luiz e Decar Auto Peças.

Resultado geral da quinta etapa do Rondoniense de Velocross 2012

100
1º – # 35 – Maicom Douglas – Chupinguaia
2º – # 4 – Cleber júnior – Cacoal
3º – 18 – Marcelo de Sá – Santa Luzia do Oeste
4º – # 3 – Uzenildo Ferreira – Santa Luzia do Oeste
5º – # 68 – Wellington “Verdinho” Fernandes – Colorado do Oeste

VX4
1º – # 12 – Claudio Barbizan – Vilhena
2º – # 33 – Sergio Luiz – Rolim de Moura
3º – # 41 – Itanel Vitorino – Espigão do Oeste
4º – # 10 – Edenilson Passarello – Corumbiara
5º – # 100 – Vanderlei Menezes – Vilhena

VX3
1º – # 88 – Valdinei Correa – Pimenta Bueno
2º – # 5 – Aguinaldo Feliciano – Espigão do Oeste
3º – # 07 – Jefferson Lins – Espigão do Oeste
4º – # 68 – Osmar Canale – Colorado do Oeste
5º – # 83 – Gerson de Oliveira – Jaru

150
1º – # 6 – Vanderlei Júnior – Rolim de Moura
2º – # 22 – Juliano “Ligeirinho” – Espigão do Oeste
3º – # 171 – Rogério Aparecido – Alta Floresta do Oeste
4º – # 44 – Gabriel Aleixo – Cacoal
5º – # 788 – Wanderson Holanda – São Francisco do Guaporé

Força Livre Nacional
1º – # 91 – Aparecido Neves – Alta Floresta do Oeste
2º – # 14 – Fábio Moura – Cacoal
3º – # 4 – Victor Carlos – Cacoal
4º – # 680 – Evandro da Silva – Ji-Paraná
5º – # 70 – Jefferson Lins – Espigão do Oeste

VX Especial
1º – # 191 – Diego Henning – Porto Velho
2º – # 961 – Diego Ferrari – Espigão do Oeste
3º – # 88 – Valdinei Correa – Pimenta Bueno
4º – # 81 – Jean Carlos – Porto Velho
5º – # 27 – Evandro Bucioli – Rolim de Moura

Compartilhe este conteúdo

Comentários

é Editor do Mundocross, site que foi lançado por causa de sua paixão por Motocross e Supercross. Em 1990 ele começou a escrever sobre motos no Jornal VS, em São Leopoldo, no RS, numa coluna onde escrevia sobre Trilhas, Enduro e Motocross. Depois também escreveu para o Jornal O Pódium, Revista Moto Action. Nestes 24 anos teve experiências em eventos internacionais, como Mundiais de Motocross, AMA Supercross, AMA Motocross, Motocross das Nações e US Open Supercross.

Desenvolvido por GetFly