Brasileiro de MX define campeões em quatro categorias

Por CBM e FMG | Fotos por FMG | 08 de setembro de 2015 - 21:42

O fim de semana foi de definição para o Motocross nacional. A final do Campeonato Brasileiro de Motocross para as categorias 50cc, 65cc, MX4 e MXF aconteceu em Morrinhos (GO).

A pista localizada dentro de uma “bacia” proporcionou uma visão total para o público instalado em arquibancadas cobertas. O traçado de 1200 metros com subidas e descidas acentuadas possui o estilo clássico desta modalidade.

No sábado os treinos livres e cronometrados foram seguidos pelas provas e decisão das 50cc e MXF.

Rafael campeão 50cc

Na 50cc o vencedor foi Garmichel Rodrigues Giehl, seguido de Rafael Becker, Gregory Mota, Gustavo Hatleben e Felipe Menezes Marques. Na classificação geral do Campeonato, após as três rodadas, o Campeão Brasileiro 2015 é Rafael Becker, que chegou a 72 pontos, com duas vitórias e esta segunda colocação.

Stefany vencedora e campeã mxf

Na MXF a vencedora foi Stefany Serrão que com esta vitória conquistou o título de Bicampeã Brasileira. Na prova foi seguida por Barbara Fernandes, Beatriz Gomes, Raissa Alves e Ana Lucia Vizioni.

“A pista é bem bacana. Eu estava solta, larguei na ponta e venci e com isso o bicampeonato. Três corridas, três largadas em primeiro, três vitórias. Estou muito feliz porque o caminho até aqui foi trilhado com muito suor, sacrifício, vontade e humildade. A rotina é desgastante, mas olhar pra trás e ver q valeu a pena é sensacional e só me reabastece com mais vontade. Eu não teria chegado até aqui sem Deus, sem meu pai, minha mãe, minha irmã, minha equipe, treinador, amigas, meus companheiros de equipe e a todos que torcem por mim”, comenta a bicampeã da MXF, Stefany Serrão.

Largada 65cc

Na 65c, o vencedor foi o piloto goiano Marcelo Leodorico Fernandes Silva e em segundo ficou Jose Antônio Pedro Filho. Carlos Eduardo Baltazar, que ficou em terceiro, faturou o Campeonato. A disputa pelo título foi boa. Baltazar e Gabriel Andrigo entraram na disputa com o mesmo número de pontos. Mas Gabriel Bohrer Andrigo ficou na quarta posição e Baltazar conseguiu dois pontos de vantagem.  Henrique Henicka ficou em quinto.

Na MX4, também teve decisão nesta etapa e quem levou mais um título foi o vencedor da prova Milton Becker “Chumbinho”. Depois vieram Elivelto Rossi Nicoladelli, João Batista Barbosa Filho, Marcelo dos Santos Barella e Jonas Rodrigues Caixeta.

Podio MX4

Milton ?Chumbinho? Becker conquistou seu 22º título nacional. O piloto largou em terceiro, mas não demorou muito para assumir a ponta. Depois, bastou administrar a liderança até receber a bandeira quadriculada.

O Prefeito Rogerio Troncoso e o Superintendente de Turismo Rui Leite, assim como todas as demais secretarias municipais de Morrinhos estiveram empenhadas em oferecer estrutura aos pilotos e suas equipes, assim como aos visitantes e a população local.

O apoio desta prova foi de IMS Racing, Arruda Santos Manutenção Industrial, Mobil, Pura água Mineral, CEL Engenharia, Circuit Equipment, Colchões Nippon Ken, Motogol/Honda, Rapozão Racing, Cleidmar Racing, Moto Livre Shop, Raça Racing, Brahma/Distribuidora Pereira, Fink Sistemas Automotivos e Morais Troféus.

Os resultados completos podem ser vistos no site da FMG www.fmg.esp.br em Motocross.

Compartilhe este conteúdo

Comentários

Desenvolvido por GetFly